O sonho de consumo

O sonho de consumo

Não foi exatamente como no dia em que o Golden State Warriors contratou Kevin Durant, mas a internet também reagiu no maior clima “xibom bombom” quando o Cleveland Cavaliers conseguiu firmar uma troca com o Atlanta Hawks para levar Kyle Korver em troca de Mike Dunleavy e uma escolha de 1ª rodada de Draft. Será que, de novo, os ricos ficaram mais ricos enquanto os pobres ficam mais pobres?

A solução do Cavs foi muito bem pensada e bem executada. O time é o melhor do Leste, disparado, deve se classificar em primeiro na conferência sem dificuldades e é absoluto favorito contra qualquer outro de time de sua conferência, mas isso não quer dizer que tudo lá é perfeito. Dos 15 jogadores do elenco, apenas 8 participam da rotação de confiança do técnico Tyronn Lue. Caras como DeAndre Liggins, Jordan McRae e o agora trocado Mike Dunleavy entram pouco, em jogos menores, com placar resolvido e atuações não muito confiáveis. É pouco para um time com muita ambição e que tem o hábito de oferecer descansos eventuais para seus jogadores ao longo da temporada. Nesta semana, em jogo contra o Chicago Bulls, Kyrie Irving e Kevin Love não puderam jogar e o time perdeu em casa para uma equipe que passa por um momento ruim. Há algumas semanas eles perderam, por lesão, JR Smith, um dos jogadores de apoio mais importantes do time. Ele só deve voltar nos Playoffs. Por fim, o time ainda tem uma vaga morta no elenco, ocupada por Mo Williams. O armador decidiu se aposentar, não informou o time e seu contrato está lá, válido, mesmo com ele nunca tendo ido se apresentar. Uma confusão patética.