Podcast Bola Presa – Edição 110

Podcast Bola Presa – Edição 110

Bem amigos do Bola Presa, mais um podcast no ar!

Nesta edição passamos rapidamente pelas varridas de Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers e nos concentramos na série entre San Antonio Spurs e Houston Rockets. Debatemos sobre as mudanças táticas do Spurs sem Tony Parker e Kawhi Leonard, dos motivos para o Rockets ter jogado tão mal, da responsabilidade de James Harden e das chances da equipe de Gregg Popovich contra o Warriors nas Finais de Conferência. Para encerrar, ainda comentamos sobre a série das lavadas, Boston Celtics e Washington Wizards, e demos nossos pitacos sobre como esse confronto pode terminar.

No Both Teams Played Hard respondemos perguntas sobre ambição profissional, medo de estragar uma amizade sugerindo uns amassos, o motivo dos jogadores ajudarem uns aos outros a levantar quando caem em quadra, narrações de basquete em português (e os brasileiros gritarem “gol” nas transmissões de futebol), a verdade contida nos estereótipos e um caso extremo de chulé.

Assine o feed do nosso podcast no iTunes ou no agregador de podcasts de sua preferência =)

[Resumo da Rodada] A vitória do basquete antiquado

[Resumo da Rodada] A vitória do basquete antiquado

Existe alguma vantagem em jogar uma partida decisiva sem dois titulares? E quando um deles é, com sobras, o seu melhor jogador? Difícil pensar que há QUALQUER coisa boa nisso, mas o San Antonio Spurs conseguiu arrancar a improvável limonada da situação. O time de Gregg Popovich foi para Houston enfrentar o Rockets em situação de vantagem – 3 a 2 – e com a certeza de que poderia voltar para seu ginásio em um eventual Jogo 7. Lá, provavelmente Kawhi Leonard estaria inteiro e de volta para comandá-los como fez ao longo da temporada.

O resultado foi um time solto, com um bando de coadjuvantes sem nada a perder brincando de fazer história, enfrentando um time que SENTIU O GOLPE. Não sei se foi a derrota traumática em um Jogo 5 que pareceu escapar pelos dedos, se foi a pressão da obrigação de vencer ou simplesmente o time perdendo a confiança ao ver sua maior estrela, James Harden, DERRETER na frente de todo mundo. De qualquer forma, o bando de role players do Spurs, que outro dia mesmo estava jogando mal e sem confiança, atropelou o Rockets e venceu por TRINTA E NOVE pontos de vantagem num dos jogos mais esquisitos destes Playoffs.