🔒 O botão vermelho

🔒 O botão vermelho

Um dos artifícios mais tolos e rasos da construção de uma narrativa é aquele em que uma grande solução, uma “arma secreta”, é guardada até o último segundo possível e então resolve tudo. A ideia é criar um grande clímax no final do filme/livro/episódio, mas logo desperta a questão do “por que raios não usaram isso antes?”. O exemplo que todos nós vivenciamos em nossa infância é o dos Power Rangers ou qualquer seriado do mesmo tipo. Por que eles não MORFAM logo? Por que não juntam suas armas logo? Por que diachos não montam esse MEGAZORD logo de uma vez e esmagam qualquer inimigo? Tudo pela boa história. E quando as crianças percebem o quanto é ridículo, é sinal que tá na hora de assistir a coisas mais complexas mesmo…