Protegido: 🔒Para ser o novo LeBron James

Protegido: 🔒Para ser o novo LeBron James

Em meados de 1999 ou 2000, a saudosa ESPN Internacional ainda era um canal separado da sua parte brasileira e basicamente só reproduzia programas gringos, desde torneios de sinuca até o ‘Incredible Dog Challenge‘. Era legal, exótico e fazia você se sentir inserido no mundo de TODOS os esportes. Mas eu queria mesmo era ver NBA!!! Então passava o dia no canal com uma fita VHS preparada para, quando passar o ‘NBA Action‘, gravar pelo menos as 10 melhores jogadas da semana. Em uma era sem YouTube (sem sequer internet em banda larga), às vezes você só tinha uma chance na vida de ver uma grande jogada.

Esse programa era, portanto, pretexto para qualquer coisa, desde desmarcar compromissos até perder o almoço porque ninguém no resto da família queria ver basquete durante a refeição. Mas valia a pena! Qualquer pitaco extra de informação sobre a NBA era mágico e quando se está começando, nada cativa mais do que uma lista de jogadas de efeito. Quem se importa com tática ou fundamentos?!

Um desses programas que me marcou discutia quem seria o ‘novo Jordan‘. Engraçado que anos depois eu acharia essa discussão a mais vazia de todas, mas na época foi legal. Eles apresentavam argumentos para ver quem, entre Kobe Bryant, Vince Carter, Tracy McGrady, Allen Iverson e outros iria ser o cara a herdar tudo o que MJ tinha levado com ele: desde ser a cara da NBA para o mundo, passando por ser o melhor ala pontuador, até ser o responsável pelas grandes jogadas de efeito e arremessos decisivos.

🔓Podcast Bola Presa Especial #6 – Ascensão, queda e renascimento dos pivôs

🔓Podcast Bola Presa Especial #6 – Ascensão, queda e renascimento dos pivôs

Este podcast especial para assinantes foi originalmente publicado em Maio de 2016. Abrimos ele agora para todo mundo já que nessa semana não conseguimos nos encontrar para gravar um podcast inédito =(

Aproveitem o especial que é ATEMPORAL! E quem quiser um desse todo mês é só nos assinar por R$14 ou mais no Apoia.se!


Bem assinantes do Bola Presa! Chegou a hora do podcast que apenas o nosso AMADO grupo de apoiadores escuta, um especial com tema único feito com carinho para quem mantém o blog vivo.

Nesta edição fomos a fundo em um dos temas mais discutidos nos últimos tempos: o que raios está acontecendo com os pivôs da NBA? Por que eles foram de ser a posição mais decisiva do basquete para se tornarem dispensáveis em uma era onde os times são campeões no small ball, ignorando os grandalhões e até fugindo deles para ganhar eficiência?

Para descobrir o que aconteceu fomos na história revisitar a história da liga a cada década, analisando de grande pivô a grande pivô: George Mikan, Bill Russell, Wilt Chamberlain, Kareen Abdul-Jabbar, Bill Walton, Moses Malone, Hakeem Olajuwon, Shaquille O’Neal e… e quem é o grande pivô dessa década?! Também falamos disso!

Protegido: 🔒Filtro Bola Presa #30

Protegido: 🔒Filtro Bola Presa #30

Parece que foi ontem que o Filtro#29 entrou no ar, mas há sempre novas histórias, causos, recordes e curiosidades a serem incluídas num Filtro Semanal de Coisas Nem Tão Importantes Assim. Nunca duvidem da capacidade da NBA de criar bons momentos, mesmo que eles não sejam cestas lindas ou enterradas fenomenais.

Já que o Pouco Pixel, o projeto paralelo do Danilo sobre video games antigos, está em recesso de férias, que tal a gente curar os corações saudosos de jogos de outro jeito? Nos anos 90, o Super Nintendo ganhou um jogo chamado SHAQ FU, que era um game de luta onde um dos personagens era o Shaquille O’Neal. Só. Por que? Jamais saberemos, mas ele está na história como um dos piores de todos os tempos.

Protegido: 🔒 A realidade chega a Dallas

Protegido: 🔒 A realidade chega a Dallas

Nas 16 temporadas desde que Mark Cuban tornou-se o dono do Dallas Mavericks prometendo não poupar esforços por um título, nunca vimos a equipe ficar abaixo dos 50% de aproveitamento numa temporada. Apenas uma vez, na temporada 2012-13, quando Dirk Nowitzki perdeu quase 30 jogos por lesão, o time não alcançou os Playoffs. E para coroar esse sucesso duradouro, o Mavs conquistou o título em 2011, colocando-se em definitivo entre a elite da NBA e alçando Nowitzki ao lugar na História que ele sempre merecia. Nesse ano, com apenas quatro vitórias até aqui – mesmo número do já acostumado 76ers – temos o Mavs na última colocação do Oeste, uma campanha desastrosa e a triste certeza de que estarão entre as piores equipes quando a temporada começar. Sem sombra de dúvidas é uma situação incomum para a equipe, uma com a qual seus torcedores não estão acostumados a lidar e que praticamente ninguém seria capaz de prever. Afinal, o que aconteceu?

Protegido: 🔒Filtro Bola Presa #29

Protegido: 🔒Filtro Bola Presa #29

Foi uma semana estranha e sofrida, em que a comunidade esportiva de todo o mundo recolheu-se para um luto devido, nós inclusos. Mas agora voltamos com o Filtro Bola Presa, nossa humilde tentativa de encontrar, em meio a bagunça, alguma graça e sentido nas pequenas coisas da NBA, incluindo causos, estatísticas e mascotes. Já falei que tem mascotes?

Começamos com a maior aberração dessa temporada: a FORÇA DA NATUREZA conhecida vulgarmemente por aí como Russell Westbrook. Em sua última partida contra o Lakers, o Thunder estava perdendo por 14 pontos a apenas 6 minutos do fim jogando fora de casa. Mas o Westbrook não faz a menor ideia de QUAL É O PLACAR de um jogo, número é um conceito muito complexo, então ele só continuou arremessando como se não houvesse amanhã. Metade dos seus 34 pontos do jogo foram marcados no último período, incluindo a assustadora marca de SETE posses de bola seguidas, durante 4 minutos corridos, em que ninguém tocou na bola no ataque a não ser Westbrook.

1 2 3 4 5 6 33