🔒 A NBA está piorando? – Parte 3

🔒 A NBA está piorando? – Parte 3

Quando Charles Barkley atacou a NBA de hoje, seu olhar estava direcionado para o campeonato. Desinteressado, ele estava meio puto com a quase inevitável decisão entre Cleveland Cavaliers e Golden State Warriors. Embora a sensação de competitividade e de imprevisibilidade tenham seu peso na hora do julgamento da qualidade de um torneio, não é só isso que importa. E se estivéssemos vendo uma época de recordes de pontos, eficiência, qualidade ofensiva, tudo no meio de uma revolução tática? Isso também não é legal de se assistir? Pois é isso o que está acontecendo.

Se tem algo que aprendi na internet é que é possível falar mal de TUDO. Quando poucos times dominam o campeonato, ele é chato por ser previsível. Quando acontece de ninguém conseguir embalar um par de vitórias, tamanha a igualdade dos times, aí começam os argumentos do “ninguém quer ganhar”, do “o menos pior vai vencer” e até do “este é o pior campeão desde…”. Dá pra achar tudo bom, tudo ruim e Barkley vai sempre pender contra o novo e a favor dele, o velho.

Atualmente a NBA está com média de 108.3 pontos por 100 posses de bola para cada time, a maior marca de TODOS OS TEMPOS. Fazer a conta por posses de bola ao invés de total bruto de pontos é importante porque a NBA já teve épocas lentas, com menos arremessos tentados por jogo e placares menores, e outras de pura correria, onde até quem errava muito acabava com 120 pontos. Medir por posse de bola iguala tudo e permite alguma comparação. Este ano está lá no topo, empatado com o as temporadas 1986-87, 1994-95 (o ano em que a linha de 3 pontos foi colocada mais perto da cesta) e 2008-09, a temporada com o melhor aproveitamento de 3 pontos da história.

🔒 A NBA está piorando? – Parte 2

🔒 A NBA está piorando? – Parte 2

Tentando descobrir se as afirmações de Charles Barkley de que a NBA está “pior do que jamais foi” por ter jogadores ruins arremessando de três pontos e apenas “um ou dois, três ou quatro bons times” eram corretas, analisamos o período em que Barkley esteve na Liga. Em nossa primeira parte concluímos que os arremessadores são cada vez melhores, mesmo com as defesas atuais sendo desenhadas para tentar impedir os arremessos de longa distância; e vimos que o número de times com reais chances de título e a distância deles para os times piores variou pouco nas últimas décadas, colocando as temporadas atuais praticamente no mesmo nível daquelas em que Barkley atuou como jogador. Não restam muitas dúvidas de que as afirmações de Barkley sobre a qualidade da NBA atual estão estatisticamente incorretas e são apenas fruto de uma percepção pessoal.

Nosso próximo passo, então, é tentar entender o que leva a essa percepção – que, como podemos ver nas ~redes sociais~ é compartilhada por muitos fãs, tanto casuais quanto assíduos. Vimos que apenas os dois primeiros colocados de cada Conferência possuem historicamente chances de título e que o número de equipes acima de 60% de aproveitamento na temporada, fazendo frente aos times com chances reais, varia sempre de 5 a 9 equipes por ano. Será, então, que é a VARIAÇÃO dessas equipes e dessas forças que dá a sensação de que a Liga é melhor e mais equilibrada? Essa teoria parece casar bem com as acusações de que AGORA – como se isso nunca tivesse acontecido antes – as grandes estrelas querem todas jogar juntas, deixando a NBA um campeonato de “cartas marcadas”.

🔒Filtro Bola Presa #36

🔒Filtro Bola Presa #36

O tempo passa, o tempo voa e quem ainda lembra da Poupança Bamerindus certamente passa o dia reclamando que o jogo de hoje é muito cheio de frescuras, panelinhas e que bom mesmo é o Michael Jordan. A verdade é que bom mesmo era o Bob Pettit! Por sorte a gente não fala do passado distante, apenas do que aconteceu de pouco ou mais ou menos importante nos últimos sete dias. Bora lá?!

🔒Filtro Bola Presa #35

🔒Filtro Bola Presa #35

Parece que ontem mesmo era 2016, mas já passaram mais de 10 dias de 2017, o NY Knicks já não é mais respeitável, o Washington Wizards é um time muito legal de se assistir e o Davis Bertans é um jogador mais relevante que o Joakim Noah. Em resumo: o tempo passa, o tempo voa e o Filtro Bola Presa já chegou na sua edição 35! Vamos guardar aqui nesta ala do Museu Bola Presa de Relevância Temporária tudo o de pequeno da última semana?

🔒 A NBA está piorando? – Parte 1

🔒 A NBA está piorando? – Parte 1

Charles Barkley, ex-jogador da NBA famoso por suas afirmações polêmicas, vem lutando recentemente uma cruzada contra o basquete atual. Em seu entendimento, o basquete jogado hoje em dia é “pior” e “mais fraco” do que o de sua época, com menos times competitivos e mais super-equipes que tornam o campeonato desequilibrado. Recentemente, Barkley foi assunto na impresa com a seguinte afirmação:

“Se você olhar por toda a NBA, todo mundo está tentando jogar baixo. Temos um monte de caras arremessando bolas de três que não são bons arremessadores. Agora estamos tentando tirar os pivôs do jogo. Mas se você olhar o quadro geral – e isso não é um vovô odiando os mais novos – a NBA está pior do que jamais foi, de cima a baixo. Nós temos um ou dois, três ou quatro bons times, e o resto desses times fede.”

Depois do riso inicial de ver Barkley contanto de um a quatro, resolvi tentar analisar estatisticamente suas afirmações. Será que a NBA realmente está piorando e nós, acostumados com ela e distante dos velhos tempos, simplesmente não conseguimos perceber? Ou será Barkley que, “no instinto”, acredita estar vendo algo que não está realmente aqui? Acredito que os números podem nos ajudar a jogar alguma luz na questão e apontar um caminho melhor para entendermos essa percepção.

1 2 3 4 5 6 7 19