?Como entender (os lances livres de) James Harden

?Como entender (os lances livres de) James Harden

James Harden é a realização de um estranho sonho estatístico. Quando Daryl Morey, General Manager do Houston Rockets, introduziu as estatísticas avançadas na equipe em 2007, seu plano era que os pontos do time viessem apenas das maneiras mais simples e eficientes: bolas de três pontos, bandejas e lances livres. Harden está longe de ser um dos melhores arremessadores de três pontos da NBA, mas nenhum outro jogador seria tão capaz de concretizar os desejos de Morey. Quando arremessa uma bola de três pontos, Harden está tentando conseguir uma falta e indiretamente criando espaço para suas infiltrações; quando infiltra, está também tentando cavar uma falta e indiretamente criando espaço para seus arremessos de três pontos. Quando seus arremessos entram, trata-se de mero bônus, uma espécie de “efeito colateral”. O que Harden está sempre fazendo é um “metajogo”, estabelecendo regras mentais para fora das regras explícitas do basquete, entrando na cabeça dos seus adversários para confundi-los, forçá-los a tomar más decisões e se aproveitar delas. Não há jogador que viva mais no erro dos seus adversários do que James Harden – e é por isso que ele tornou-se o maior especialista da NBA em fazer com que os outros errem.