Entenda o sorteio do Draft da NBA [versão 2018]

O Draft da NBA começa hoje. Mas calma, você não dormiu tempo demais, os Playoffs ainda estão rolando e a noite de gala onde jogadores jovens demais usam ternos descolados demais ainda irá demorar mais de um mês pra chegar. Mas esta terça-feira (15) nos reserva um evento importantíssimo: é hoje que saberemos a ORDEM das escolhas! Às 21h tem Draft Lottery!

Para os novatos de plantão, explico como funciona a brincadeira. Todo ano a NBA realiza o Draft, um evento onde todos os times tem a oportunidade de selecionar jovens jogadores que ainda não estão na liga, sejam eles atletas universitários ou gringos que atuam em diversas ligas do mundo.

Mas como é definida a ordem das escolhas? Quem é o primeiro a escolher que novato trazer para o mundo dos profissionais? É aí que entra o evento de hoje. O Draft Lottery é o sorteio que decide quem escolhe primeiro, quem escolhe depois, é um daqueles dias que define a vida de muita franquia. Como está hoje o universo paralelo onde o Lakers conseguiu a primeira posição há dois anos para ter Karl-Anthony Towns? Não sei, mas queria viver lá!

Resumo da Rodada 14/5 – Quem pisca primeiro

Resumo da Rodada 14/5 – Quem pisca primeiro

Enfim a final da Conferência Oeste que esperávamos: Houston Rockets e Golden State Warriors, dois dos três melhores ataques dessa temporada (o infiltrado aí na lista é aquele time do Canadá do qual eu me RECUSO a falar) prontos para mostrar para o mundo o que há de mais incrível e moderno em movimentação ofensiva. E aí o que vimos foi a maior coleção de jogadas individuais no mano-a-mano de que já se teve notícia.

Em parte por respeito às defesas adversárias (as duas estão entre as 10 melhores), em parte por confiança irrestrita no talento individual dos seus jogadores, os dois times resolveram que caso tivessem o duelo de marcação que desejavam iriam simplesmente arremessar. E assim foi, por longos e impressionantes 48 minutos. A ideia é simples: para não deixar ninguém livre, já que estamos falando de times matadores no perímetro, as duas defesas escolheram trocar de marcação a qualquer MENÇÃO de um corta-luz. Se você tenta brigar contra o corta-luz por um segundo que seja, alguém está livre e você certamente será punido. Então tudo que o Rockets precisou fazer foi um ou dois corta-luzes, até Stephen Curry trocar e se tornar o marcador de James Harden para o Barba se sentir confortável para um par de bolas de três pontos.