A volta dos pontos no garrafão

A volta dos pontos no garrafão

Desde o surgimento da linha de três pontos na temporada 1980-81, o número de bolas de três pontos convertidas por jogo não para de crescer. Com a revolução estatística, que se consolidou com o título de campeão para o Golden State Warriors na temporada 2014-15, mais e mais times perceberam a vantagem matemática de arremessar tantas bolas de três pontos quanto forem possíveis. A temporada atual tem tudo para estabelecer o novo recorde de bolas tentadas e convertidas no perímetro, e o teto para esse crescimento parece ainda distante, com as equipes encontrando novas maneiras de bater esse recorde ano após ano. Para muitos críticos as bolas de três pontos são um estilo de jogo inescapável, o único atualmente viável para qualquer equipe que tenha pretensões de título. No entanto, a revolução estatística que tornou essa profusão de arremessos possível é também a chave para uma OPOSIÇÃO a esse estilo de jogo – e essa oposição já está acontecendo, ano após ano, sem que muitos de nós a tenham percebido.