🔒Filtro Bola Presa #77

🔒Filtro Bola Presa #77

Eu sei que hoje vocês só querem saber de trocas, trocas e mais trocas, mas temos a obrigação de falar do IRRELEVANTE também. Enquanto o futuro da NBA é desenhado em trocas ou não-trocas de Anthony Davis e Kristaps Porzingis, o lado B da liga segue firme e forte com suas trapalhadas, recordes forçados e mascotes caçando animais silvestres.

🔒Duas décadas de enganos

🔒Duas décadas de enganos

Em 1985, o New York Knicks conseguiu com a primeira escolha do draft o pivô Patrick Ewing. Com ele no elenco o time levou ainda mais dois anos para conseguir chegar aos Playoffs, mas a partir de então não saiu mais da pós-temporada. Sob comando do pivô, o time foi aos Playoffs 13 vezes consecutivas, incluindo 4 Finais da Conferência Leste e duas Finais da NBA, em 1994 e 1999. Em 2000, após o Knicks ser derrotado nas Finais de Conferência, Patrick Ewing foi trocado para o Seattle Supersonics. Ewing já se aproximava do final de sua carreira e apenas dois anos depois se aposentaria, incomodado por constantes lesões nos joelhos. Sem ele o Knicks precisava de um plano de reconstrução para voltar ao topo. Dezenove anos depois, nem sinal de reconstrução bem sucedida. O Knicks voltou à pós-temporada apenas 5 vezes desde então: uma na temporada seguinte à saída de Ewing, uma outra que acabou numa varrida na primeira rodada com Stephen Marbury na armação e três sob comando de Carmelo Anthony. Se faltaram campanhas de sucesso, sobraram trocas absurdas, contratações indefensáveis e escândalos de todos os tipos. Quem vê Kristaps Porzingis ser trocado para o Mavs e quer entender de verdade o que está acontecendo precisa encaixar essa decisão numa história de quase 20 anos de fracassos e confusão.