Protegido: 🔒Podcast Especial #33 – Jogadores empoderados e ansiosos

Bem amigos assinantes do Bola Presa, mais um podcast ESPECIAL no ar!

Nesta edição nós discutimos sobre o tal EMPODERAMENTO -a palavra do momento- dos jogadores da NBA. Eles mais do que nunca estão dispostos a virar Free Agents e usar essa oportunidade para colocar a carreira deles no rumo que bem desejarem. A decisão de fazer contratos curtos que LeBron James fez por muito tempo e que agora é adotada por Kevin Durant é o ápice de uma tendência lenta, mas histórica. Neste podcast passamos rapidamente pelos casos de Oscar Robertson, Tom Chambers e Shaquille O’Neal para mostrar como os Free Agents de hoje em dia existem.

A segunda parte do podcast é para discutir a situação atual e a crise dos jogadores para lidar com o próprio poder: falamos sobre Kyrie Irving e Kevin Durant lidando muito mal com a pressão e a atenção de todos agora que eles têm o controle de seu destino.

Por que torcemos como torcemos?

Por que torcemos como torcemos?

No clássico livro “1984”, de George Orwell, os cidadãos da Oceania devem, todos os dias, participar de um evento chamado “Dois Minutos de Ódio”. Nele, todos se juntam para assistir imagens de Emmanuel Goldstein e demais inimigos do Estado enquanto gritam e xingam em direção à tela.

A passagem mostra a fabricação de inimigos com rostos que, como o do Grande Irmão, são tão onipresentes e reais quanto vagos e simbólicos. Mas se em “1984” os “Dois Minutos de Ódio” se referem a inimigos políticos e manipulação de um Estado totalitarista, ele também pode ser uma estranha alegoria sobre o esporte. Pense bem: de maneira organizada e com lugar marcado, grande parte da sociedade vai para um ambiente fechado e controlado onde pode, sem ressalvas, despejar todo o ódio que está guardado no peito. “Vou lá me exaltar por uns minutinhos e já volto, ok?”. Não é o que eu digo, mas é o que eu faço quando vou ver um jogo do meu time.

🔒Filtro Bola Presa #82

🔒Filtro Bola Presa #82

Bem amigos do Bola Presa, mais um Filtro Bola Presa no ar! Nesta semana trazemos o Utah Jazz fazendo a coisa certa, leitura labial, o pior defensor da história do planeta, a coleção de arremessos com passo para trás de James Harden, o Jayson Tatum brasileiro, a piada de quinta série do Joel Embiid, Joakim Noah sensualizando, a incrível história do jogador que abandonou o beisebol para jogar na NBA e muito, muito mais. Vamos lá?

Podcast Bola Presa #202 – LA Clippers e briga por Playoffs no Leste

Bem amigos do Bola Presa, mais um podcast no ar!

Nessa semana discutimos o fenômeno Los Angeles Clippers. Após a troca de Tobias Harris o time de Doc Rivers, pela milésima vez nos últimos anos, parece não sentir falta de um grande jogador que vai embora. Tentamos entender como eles chegaram nesse ponto e como isso pode moldar o futuro próximo. Também conversamos sobre a briga para os Playoffs no Leste, que está bonita mas está feia: entre os terríveis Miami Heat, Orlando Magic, Charlotte Hornets e Washington Wizards, quem vai ser o pior time da pós-temporada? Por fim, comentamos o caso de racismo de torcedores do Utah Jazz contra Russell Westbrook.

Mas antes de falar de basquete nós gastamos uns bons QUINZE MINUTOS dando todos os detalhes sobre o CAMPEONATINHO BOLA PRESA de basquete amador. Quer participar do torneio? Será em agosto e para assinantes do nosso plano de R$20. A data da inscrição e do torneio, que deve ser em Agosto, será informada na semana que vem.

No Both Teams Played Hard respondemos perguntas sobre o Chipre, uniformes feios, como começar a jogar basquete, superação desastrosa de relacionamentos fracassados e fantasias sexuais em Londres.

Você pode ouvir este episódio no player abaixo, no Spotify, no seu agregador de podcasts favorito ou BAIXAR O ARQUIVO AQUI!

Neste Episódio:
Carinha do Jabá – 1:48
Campeonatinho Bola Presa  – 4:25
Basquete – 18:07
Both Teams Played Hard – 1:08:11


NA TELINHA

Existe uma outra maneira de não só ouvir o podcast, mas de VER COMO ELE É FEITO. Estamos transmitindo ao vivo no YouTube a nossa gravação. O conteúdo é o mesmo, mas os mais apressados e curiosos em ver nossa cara podem acompanhar o nascimento do podcast enquanto ele acontece.

Fazemos a transmissão ao vivo toda quinta-feira à noite no nosso canal no YouTube. Também daremos os links pelo Twitter, e para quem nos segue no app Fanclic.

🔒Rotação para os Playoffs

🔒Rotação para os Playoffs

“Você usa 8 jogadores na rotação”, disse o então técnico do Knicks, Pat Riley, a respeito dos Playoffs. “Mas você coloca pra jogar de verdade 7, usa apenas 6 e confia apenas em 5”. A frase é o exemplo perfeito da mentalidade que acomete as equipes da NBA no momento em que os Playoffs se iniciam. Embora bancos profundos e reservas produtivos sejam celebrados durante toda a temporada regular, há algum consenso no fato de que esses reservas importam menos quando a pós-temporada começa. O primeiro indício de que os times já estão apertando as rédeas com cerca de 15 jogos restantes na temporada foi a declaração do técnico do Denver Nuggets, Michael Malone, que anunciou publicamente que Isaiah Thomas não fará mais parte da rotação da equipe.