Uma das piores partidas da história

>

Só assim pra dizer que o Magic atropelou o Celtics

Ontem o Orlando Magic enfrentou o Boston Celtics e marcou apenas 56 pontos. Perdeu o jogo, claro! Na partida-desastre converteu apenas 16 arremessos (12 de 2 pontos, 4 de 3 pontos), acertou 24.6% de seus arremessos e cometeu 23 turnovers. É claro que tanta desgraça junta é tão rara quando terremoto, seguido de tsunami seguido de desastre nuclear. Mas acontece.

– O Orlando Magic fez apenas 20 pontos no segundo tempo inteiro, 10 pontos em cada período. O pior quarto da temporada até agora foi do Los Angeles Lakers, que marcou apenas 7 no 3º período contra o Dallas Mavericks. O Magic ficou perto de igualar a marca duas vezes no mesmo jogo.

– Desde a temporada 1985-86, que é o material que o Basketball-Reference.com deixa disponível para pesquisa, apenas 9 equipes acabaram um jogo com 56 pontos ou menos. Os condenados foram o Bulls (em 1999), Nuggets (2002, o ano trágico quando tiveram o pior recorde da NBA), Pacers (98), Bucks (2011, contra o mesmo Celtics), Raptors (2003), Jazz (99, com Malone e Stockton em quadra) e o Heat por TRÊS vezes (2000, 01, 08)

– As marcas do Jazz de Malone e do Magic de Dwight Howard surpreendem porque estão misturadas com alguns times medíocres. O Denver Nuggets de 2002 foi o pior time da NBA naquele ano, o Nenê era novato, titular, e além dele o time tinha Juwan Howard e um bando de mané que nem sobreviveu à NBA após aquele ano. Eu chamo de “O Nuggets de Vincent Yarbrough. Lembram dele? Pois é.

O Heat de 2008 tinha Wade, mas ele e muita gente estavam machucados durante muito tempo. Eles chegaram a ter um elenco recheado de caras fracos da D-League. O time que entrou em quadra naquele dia tinha Chris Quinn, Ricky Davis, Daequan Cook, Mark Blount e Earl Barron. Quem mais arremessou no jogo foi Cook, fez 3/19 arremessos.  Já o Bulls de 99 é aquele pós-Jordan, em que todo mundo se aposentou ou deu o fora e sobrou só o pobre Toni Kukoc. O boxscore do jogo chega a dar depressão.

– Mas o Orlando Magic não marcou apenas poucos pontos, todo o resto foi horrível. Se você pesquisa os times que tiveram aproveitamento de 25% ou menos em arremessos, a lista cai para 5 times além do Magic. E todos marcaram pelo menos 60 pontos em seus jogos. A exceção, claro, é aquele jogo do Bulls citado acima. Eles marcaram 49 pontos acertando 23% de seus arremessos.

– Os 23 turnovers em um jogo são bem mais comuns, mas não a ponto de não chamar a atenção. Na temporada passada, dos 1.230 jogos disputados, em apenas em 37 ocasiões um dos times cometeu pelo menos 23 desperdícios de bola. O recorde foi de 28 do Phoenix Suns contra o Memphis Grizzlies em um jogo com duas prorrogações. Também com 28, empatado mas sem tempo extra, o mesmo Orlando Magic em uma derrota para o Indiana Pacers.

– Agora vamos somar tudo. Quantas vezes um time marcou 56 pontos ou menos, com 23 turnovers ou mais e chutou 25% ou menos em um jogo da NBA desde 1985? A resposta é 1: O Orlando Magic da última noite. Foi uma das piores atuações de um time em todos os tempos. E ainda tem um bônus. Nenhum time acertou tão poucos arremessos em um jogo desde 1985. Até aquele Bulls acertou 19 arremessos na partida, só 16 é a primeira vez.


Sobre o 8 ou 80
Uma coluna diária que analisa apenas os números da rodada. São estatísticas colhidas nos sites da ESPN, NBA, Elias Sports Bureau, HoopData, 82games.com e Basketball-Reference.com.

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!