Entenda o sorteio do Draft da NBA [versão 2019]

Entenda o sorteio do Draft da NBA [versão 2019]

O Draft da NBA começa hoje. Mas calma, você não dormiu tempo demais, os Playoffs ainda estão rolando e a noite de gala onde jogadores jovens demais usam ternos descolados demais ainda irá demorar mais de um mês pra chegar. Mas esta terça-feira (14) nos reserva um evento importantíssimo: é hoje que saberemos a ORDEM das escolhas! Às 21h tem Draft Lottery!

Para os novatos de plantão, explico como funciona a brincadeira. Todo ano a NBA realiza o Draft, um evento onde todos os times tem a oportunidade de selecionar jovens jogadores que ainda não estão na liga, sejam eles atletas universitários ou gringos que atuam em diversas ligas do mundo.

Mas como é definida a ordem das escolhas? Quem é o primeiro a escolher que novato trazer para o mundo dos profissionais? É aí que entra o evento de hoje. O Draft Lottery é o sorteio que decide quem escolhe primeiro, quem escolhe depois, é um daqueles dias que define a vida de muita franquia. Como está hoje o universo paralelo onde o Lakers conseguiu a primeira posição há três anos para ter Karl-Anthony Towns? Não sei, mas gostaria de viver lá!

Preview das Finais da Conferência Oeste – Warriors x Blazers

Preview das Finais da Conferência Oeste – Warriors x Blazers

O texto a seguir foi realizado numa parceria com a UOL e está disponível para leitura também no portal como parte de uma iniciativa para apresentar as principais histórias da NBA para o público geral.


Não há nada surpreendente em vermos mais uma vez o Golden State Warriors disputar as Finais da Conferência Oeste. Hoje, às 22h, com transmissão pela ESPN, o Warriors disputará pela quinta vez consecutiva o topo da Conferência Oeste, tendo vencido as últimas quatro dessas disputas e três títulos de campeão geral da NBA nesse período. Depois de encabeçar uma revolução na maneira de se jogar basquete nos últimos anos – dando mais importância para os números, os dados e as estatísticas do que para a intuição ou o físico dos jogadores – e implementar um modelo tático que se tornou padrão para a NBA, a única surpresa seria se o Warriors não chegasse à essa etapa da competição. O trajeto, no entanto, não foi tão simples como se imaginava, especialmente por conta dos desfalques que assolaram a equipe.

Resumo da Rodada 12/5 – O maior arremesso da história do Canadá

Resumo da Rodada 12/5 – O maior arremesso da história do Canadá

Após a vitória do Golden State Warriors sobre o Houston Rockets na sexta-feira, o domingo teve APENAS dois Jogos 7. Um domingão com três decisões teria sido fora de série, mas fico feliz que foram só duas, não sei se meu coração ou sequer minha sanidade mental dariam conta de mais uma partida como as que vimos ontem. Vocês já devem ter visto a essa altura, mas é bom reforçar para ter noção do absurdo: dois Jogos 7 de semifinal de Conferência chegaram nos últimos SEGUNDOS completamente abertos. Que dia!

🎥 Prancheta Bola Presa – Como Steph Curry venceu o Jogo 6 contra o Houston Rockets

Para tristeza do nosso Danilo, o Golden State Warriors voltou a parecer aquele time de 2015 e 2016 e conseguiu superar a ausência de Kevin Durant para bater o Houston Rockets e conquistar a vaga para a final da Conferência Oeste.

Analisamos aqui todos os pick-and-rolls entre Stephen Curry e Draymond Green no último período que ajudaram a virar o placar nos minutos finais do Jogo 6.

Resumo da Rodada 10/5 – O modelo insuficiente

Resumo da Rodada 10/5 – O modelo insuficiente

O Houston Rockets revolucionou, nas últimas temporadas, a maneira de se marcar o Golden State Warriors. Nos últimos dois anos, o Rockets venceu mais partidas contra o rival do que qualquer outra equipe – só nessa temporada regular, o time de Houston venceu 3 das 4 vezes em que enfrentou os atuais campeões. A receita defensiva envolve principalmente as agora consagradas “trocas de marcação”, quando a cada corta-luz sofrido na defesa os marcadores envolvidos no bloqueio invertem os jogadores que deveriam defender. Quando esse tipo de defesa é bem feita, os jogadores do Warriors deixam de aparecer livres no perímetro após receber um corta-luz fora da bola e o jogador que tem a bola nas mãos tem menos tempo para um arremesso limpo após receber um bloqueio. Além disso, as trocas também impedem que os jogadores do Warriors fiquem livres no pick-and-roll, o corta-luz seguido de infiltração rumo ao aro, e em caso de passe para o garrafão força o elenco, tradicionalmente mais baixo, a ter que jogar de costas para a cesta.