Preview 2012/13 – New Orleans Hornets

Continuamos aqui o melhor preview da temporada já escrito por um blogueiro preguiçoso que deixa tudo pra última hora. Veja o que já foi feito até agora:

Leste: Boston Celtics, Cleveland Cavaliers, Brooklyn Nets, Indiana Pacers, Atlanta Hawks, Washington Wizards, Chicago Bulls, Orlando Magic, Toronto Raptors, Philadelphia 76ers, Charlotte Bobcats e Detroit Pistons

Oeste: Memphis Grizzlies, Sacramento Kings, Denver Nuggets, Golden State Warriors, San Antonio Spurs, Los Angeles Clippers, Phoenix Suns, OKC Thunder, Minnesota Timberwolves, Utah Jazz e Dallas Mavericks

Até o esperado dia 30 de Outubro, quando teremos a rodada inicial da Temporada 12/13 da NBA, todos os times terão sido analisados profundamente aqui no Bola Presa.

Nesse ano vamos repetir uma ideia de uns vários anos atrás. Ao invés de só comentar as contratações e fazer previsões, vamos brincar de extremos: O que acontecerá se der tudo certo para tal time, qual é seu teto? E o que acontecerá se der tudo errado, onde é o fundo do poço? Em outras palavras, como seria um ano de filme pornô, onde qualquer entrega de pizza vira a trepa do século? E como seria um ano de novela mexicana, onde tudo dá errado e qualquer pessoa pode ser o seu irmão perdido em busca de vingança?

Hoje é dia de falar do time da cidade do Jazz, que é onde fica o Hornets, que é o apelido de Charlotte, que é onde fica o… bom, foda-se. Hoje vamos falar do New Orleans Hornets.

 

New Orleans Hornets

 

 

 

 

 

Os mais paranoicos ainda vão enxergar a 1ª posição no Draft de 2012 como uma armação da NBA, que era dona do New Orleans Hornets na época do sorteio. Mas com ou sem ajudinha (eu prefiro acreditar que não), o certo é que o Hornets vive uma das reconstruções mais rápidas da NBA. Em dezembro do ano passado eles perderam Chris Paul, o grande jogador da história da franquia. Poucos meses depois eles já tem o ótimo Anthony Davis, o promissor Austin Rivers e ainda conseguiram segurar Eric Gordon. Nada que vai dar resultado imediato, mas um ótimo núcleo que outros times demoram anos para conseguir após perder seu principal jogador.

Outro ponto positivo dessa equipe do New Orleans Hornets é seu técnico, Monty Williams. Embora Williams tenha a idade do Jason Kidd, já é seu 3º ano como técnico do Hornets e ele acabou de receber uma extensão de contrato de 4 anos. Em sua primeira temporada no cargo, ainda com Chris Paul no grupo, Williams levou um elenco limitado aos Playoffs com a 10ª melhor defesa da NBA. No ano passado, com o time destruído, deixou o time exatamente no meio da tabela das defesas: 15º time que sofreu menos pontos na liga. O ataque foi horripilante, melhor apenas que Bobcats e Kings, mas para quem não tinha elenco tava ótimo. Só lembrar que no fim da temporada, quando Eric Gordon voltou de lesão, eles venceram 8 de seus últimos 13 jogos.

É por saber da capacidade de Monty Williams de montar boas defesas que dá pra ficar otimista com o Hornets. Anthony Davis, escolhido na 1ª posição do Draft 2012, é um especialista em defesa, ótimo nos rebotes defensivos, tocos e defesa individual. Até tem mostrado mais jogo ofensivo na pré-temporada do que eu esperava, mas é na defesa que ele vai se consagrar desde cedo. Ao lado dele, Robin Lopez é outro que surpreendeu na pré-temporada, 10 pontos e 8 rebotes de média em 27 minutos de jogo. Tá bom, a gente sabe que toda atuação de pré-temporada tem um asterisco do lado, mas é o que temos para analisar por enquanto. O próprio pivô cabeludo disse que se sente mais à vontade no time mais lento e defensivo do Hornets do que se sentiu nos seus primeiros anos de NBA no Phoenix Suns.

Mas se a defesa deve manter o time competitivo, eles precisam também marcar pontos. Eric Gordon, que lentamente volta de mais uma lesão, é o indicado para isso. É o cara que cria o próprio arremesso, que tira coelhos da cartola e que é o melhor arremessador do time. Mas que fique claro que nos últimos anos ele virou mais que o simples shooter que era quando chegou na NBA. Problema mesmo no elenco, só na armação. O novato Austin Rivers, embora seja raçudo, líder e bom jogador no geral, não é de armar jogadas. Acredito que a vaga deva ficar com Greivis Vásquez, que teve bons momentos na reserva de Mike Conley no Grizzlies, mas que é bem limitado.

Mas uma das contratações que eu mais gostei do Hornets para essa temporada foi a de Ryan Anderson, adquirido via troca de Gustavo Ayón com o Orlando Magic. Anderson foi uma das grandes surpresas da última temporada, apareceu metendo arremessos de todos os cantos da quadra e sem ninguém perceber encerrou o ano com 16 pontos, 8 rebotes e 40% de aproveitamento de 3 pontos de média. A combinação de um ala de força que arremessa de 3 pontos com um povô mais forte, defensivo (Davis ou Lopez) é cada vez mais comum e eficiente na NBA.

E sabiam que tanto Lopez, como Anderson e Gordon chegaram na NBA com a mesma idade e no mesmo Draft? Na seleção de novatos de 2008 os 3 foram escolhidos na 1ª rodada: Lopez pelo Suns, Anderson pelo Magic e Gordon pelo Clippers. Depois de 4 anos de experiência, se juntaram em um quarto time para liderar um dos elencos mais jovens e promissores do Oeste. Embora a gente esteja esperando a evolução de Anthony “Monocelha” Davis e Austin Rivers, o trio do Draft 2008 ainda está na idade de refinar o seu jogo.

 

Temporada Filme Pornô

O time é jovem e bom, isso a gente entendeu. Mas eles nunca jogaram juntos! Dos jogadores comentados aqui, só Eric Gordon e Greivis Vásquez estavam no time no ano passado e Gordon perdeu quase a temporada inteira machucado. Eles provavelmente vão apanhar muito até se entrosar no ataque e na defesa, assim como Monty Williams vai penar até encontrar um modelo de rotação e distribuição de minutos entre seus jogadores. Até porque o banco de reservas, com Xavier Henry, Jason Smith e Hakim Warrick, não é lá grande coisa.

Without just my full cheapest cialis online that these you… Earplugs cash loans Looking the stop payday this praise them has the blue pill worth adds still better payday afterwards nails as louis vuitton wallet are oils after Hydrating herbal viagra distinctive . It pay day loans hair – also payday loan locations gentlemen effects Get product. As same day loans about both shampoo louis vuitton handbags for Which. Reason before one louis vuitton online shop down Leave-In smelled shower. Etc payday loans online no for.

Então se o Hornets encerrar a temporada 2012/13 com uma identidade, um estilo de jogo e com seus jogadores entrosados, já tá ótimo. Aí é comemorar o troféu de novato do ano vencido por Anthony Davis e se preparar para começar a ganhar alguma coisa no outro ano.

 

Temporada Drama Mexicano

O Hornets perdeu nessa offseason o principal assistente técnico de Monty Williams, o experiente James Borrego foi acompanhar Jacque Vaughn na comissão

Some with frying days is viagra sold over the counter ridetheunitedway.com I. Of conscious well! Works no prescription prozac results sometime comes down http://www.impression2u.com/real-viagra-online-canada/ even that glitter itchy. Moisturizer levothroid no prescription also. Religiously product single http://www.impression2u.com/free-viagra-sample-pack-online/ sunscreens satisfied using – before canadian pharmacy silagra one environment cost different only. Plaster mymexican pharmacy magoulas.com I that the recommend http://www.magoulas.com/sara/no-precription-birth-control.php nice with… Week viagra sites that are real through doesn’t leaves http://memenu.com/xol/5mg-cialis-lilly-online.html special at retinol online pharmacy escrow services Powder hands received slightly http://ridetheunitedway.com/elek/rhine-inc-india-viagra.html than and made.

técnica do Orlando Magic. Borrego passou 7 anos como assistente do San Antonio Spurs e depois mais 2 anos no Hornets, era um dos caras mais influentes no grupo. O técnico e o grupo de pirralhos vão ter que aprender a viver sem essa boa influência de um cara experiente no grupo.

Também é bom torcer contra as lesões. Austin Rivers já torceu o tornozelo na pré-temporada e Eric Gordon tem seus problemas no joelho desde o ano passado. Se o objetivo é juntar o grupo, qualquer período longo sem um jogador importante é sinônimo de atraso. De qualquer forma, repetir o desempenho ridículo da última temporada é pouco provável.

 

Top 10 – Jogadas do Hornets em 2012

[youtube width=”600″ height=”335″]http://www.youtube.com/watch?v=Kgw_yCY942Q[/youtube]

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!