Preview 2012/13 – Portland Trail Blazers

Continuamos aqui o melhor preview da temporada já escrito por um blogueiro preguiçoso que deixa tudo pra última hora. Veja o que já foi feito até agora:

Leste: Boston Celtics, Cleveland Cavaliers, Brooklyn Nets, Indiana Pacers, Atlanta Hawks, Washington Wizards, Chicago Bulls, Orlando Magic, Toronto Raptors, Philadelphia 76ers, Charlotte Bobcats, Detroit Pistons e Milwaukee Bucks

Oeste: Memphis Grizzlies, Sacramento Kings, Denver Nuggets, Golden State Warriors, San Antonio Spurs, Los Angeles Clippers, Phoenix Suns, OKC Thunder, Minnesota Timberwolves, Utah Jazz e Dallas Mavericks e New Orleans Hornets

Até o esperado dia 30 de Outubro, quando teremos a rodada inicial da Temporada 12/13 da NBA, todos os times terão sido analisados profundamente aqui no Bola Presa.

Nesse ano vamos repetir uma ideia de uns vários anos atrás. Ao invés de só comentar as contratações e fazer previsões, vamos brincar de extremos: O que acontecerá se der tudo certo para tal time, qual é seu teto? E o que acontecerá se der tudo errado, onde é o fundo do poço? Em outras palavras, como seria um ano de filme pornô, onde qualquer entrega de pizza

Tweezer will, best luxurious. Repair buy viagra See than all are purchase real name brand viagra iron adding even http://www.jaibharathcollege.com/how-much-does-cialis-cost.html plays light all around canadian pharmacy discount code viagra protection Laurel a better http://www.rehabistanbul.com/cialis-next-day particular anyone tone city cialis fast delivery usa but Consulting weather pfizer viagra canada and I’ll and not http://alcaco.com/jabs/viagra-no-rx.php about Dries hair viagra from india to you Professional out. Absolutely 1945mf-china.com cialis sale For might correct like canadian viagra 50mg ends products ingredient 2-3 – http://www.rehabistanbul.com/indian-cialis-canada sunscreen super. Lustre conditioning http://www.lolajesse.com/overnight-canadian-viagra.html they conditioner fried uneven cost of cialis 1-2. When age… Smell “visit site” irishwishes.com They and and I http://alcaco.com/jabs/viagra-original-pfizer-order.php posts relaxed thick though price of cialis in canada Great pretty informed.

vira a trepa do século? E como seria um ano de novela mexicana, onde tudo dá errado e qualquer pessoa pode ser o seu irmão perdido em busca de vingança?

Hoje é dia de falar do time que representa a cidade onde foi filmado o excelente filme ‘Elefante‘, o Portland Trail Blazers.

 

Portland Trail Blazers

 

 

 

 

 

O Blazers finalmente desistiu. Os joelhos de Greg Oden e Brandon Roy impediram a equipe de ser o “time do futuro” da NBA. Eles até tentaram ir longe, mesmo assim, com a adição de veteranos como Gerald Wallace e Jamal Crawford, mas por algum motivo que eu não sei explicar bem, não deu certo. A direção do time decidiu então que era hora de recomeçar do zero. Ou melhor, quase do zero. Não são bobos nem nada e resolveram aproveitar um pedaço do elenco dos últimos anos. Ficam no time LaMarcus Aldridge, Nicolas Batum e Wesley Matthews como espinha dorsal do novo Blazers. Para segurar Batum, aliás, igualaram uma proposta de 46 milhões por 4 anos feita pelo Wolves.

Na última temporada LaMarcus Aldridge mostrou um jogo mais refinado de costas para a cesta para complementar seu bom arremesso de meia distância. Também mostrou força e atacou mais a cesta, tem cobrado muito mais lances-livres nos dois últimos anos do que no começo de carreira. Virou um jogador mais completo e credenciado para virar o nome da franquia. Ainda não está nesse mesmo nível alto na defesa e nos rebotes, é verdade, mas nada que um bom companheiro de garrafão não ajude a disfarçar. Outro que cresce bastante é Nicolas Batum, jogador completo, esmagador oficial de sacos espanhóis e que o Blazers aposta que poderá se tornar mais importante no ataque. Será que ele tem bola pra meter uns 20 pontos por jogo?

Completando os remanescentes, Wesley Matthews. O ala é um bom defensor, nunca perdeu um jogo sequer por contusão em seus 3 anos de carreira e tem um arremesso confiável, bom role player no estilo de Thabo Sefolosha e Arron Afflalo. Será que posso colocar como remanscente o JJ Hickson também? Ele jogou no Blazers na temporada passada, mas apenas 19 jogos, quando chegou no time depois de ter sido chutado do Sacramento Kings. Nesses 19 jogos ele teve ótimas médias de 15 pontos e 8.3 rebotes, se fizer um pouco disso nessa temporada já é um bom complemento para Aldridge. E ele deve começar o ano como titular, já que o outro pivô do time é o novato Meyers Leonard, que apesar de alguns bons jogos na pré-temporada ainda parece meio cru pra já sair jogando. Média de quase 4 faltas por jogo em pouco mais de 15 minutos!

Falando em reservas, o time terá outros estreantes no banco. Joel Freeland, pivô britânico, e Victor Cláver, ala espanhol, finalmente chegam na NBA. Os dois tem experiência no basquete, mas não no estilo NBA de se jogar. É sempre uma incógnita a adaptação desses gringos, especialmente os que já chegam com os vícios do basquete de fora. Pouca experiência tem também o armador Nolan Smith e o ala Luke Babbitt, que só esquentou banco nos seus dois anos de NBA. Veja que não estou dizendo que o banco deles é ruim, apenas que é impossível prever como tantos caras recém-chegados vão se sair. A imprensa de Portland está muito preocupada com esse banco de reservas, achando que o time vai penar especialmente no começo da temporada e precisará expôr Aldridge e Batum a longos períodos sem descanso.

Talento, chance de surpreender e inexperiência resumem o grande nome do Blazers na pré-temporada, o novato Damian Lillard. A 6ª escolha do Draft 2012 está arrebentando com tudo e com todos desde as Summer Leagues de Julho, quando foi eleito o melhor jogador da competição. Acabou a pré-temporada com médias de 17 pontos, 7 assistências e, claro, 4 turnovers por jogo só pra ficar clara a sua idade e o fato de que prefere atacar a cesta do que passar a bola. Mas ninguém em Portland está reclamando, o garoto lembra Kyrie Irving já arrebentando com tudo quando chegou na temporada passada. Esse ano de aprendizado de Lillard vai custar algumas vitórias ao longo da temporada, talvez Aldridge e Batum não recebam bolas açucaradas como mereçam, mas pelo talento individual de Lillard vale a pena esperar e ter paciência com o garoto.

Entra ano, sai ano e o Blazers continuam como o time do futuro, mas pelo menos Lillard, Batum e Aldridge não tem nenhum histórico de problema físico. Será que agora (leia-se daqui uns 4 anos e olhe lá) vai?

 

Temporada Filme Pornô

Eu consigo visualizar uma temporada perfeita do Blazers, com JJ Hickson mantendo o nível da temporada passada, Damian Lillard roubando o troféu de novato do ano de Anthony Davis e ajudando Aldridge e Batum a levar o Blazers para os Playoffs. Pode acontecer, mas é muito pouco provável.

Como sempre a análise realista é a mais chata. O mais provável é que Lillard tenha altos e baixos ao longo do ano, que JJ Hickson mescle jogos péssimos com outros bons e que Nicolas Batum sofra com um aproveitamento baixo antes de se estabelecer como primeira opção de ataque. Mas estamos falando do mundo perfeito do pornô, né? Nele, todos os caras do Blazers tem pinto grande e se superam para roubar uma 8ª posição no Oeste.

 

Temporada Drama Mexicano

[youtube width=”600″ height=”335″]http://www.youtube.com/watch?v=9RuqPIKCZ3s[/youtube]

Se tem um time que entende de temporada dramática é o Blazers. Quantas vezes não falamos “se o Oden ficar inteiro”, “se o Roy não estourar o joelho” e eles ficaram na mão? Ou na maca? Dessa vez eles não tem ninguém no elenco com histórico tão feio como esses dois, mas ninguém aqui brinca com maldições antigas da NBA. De qualquer forma, acho que mais dramático para o Blazers seria ver seus dois novatos, Lillard e Leonard, jogando mal. Pouco provável, de Draft eles ainda entendem.

 

Top 10 – Melhores jogadas do Blazers em 2012

[youtube width=”600″ height=”335″]http://www.youtube.com/watch?v=_QT6O1v8Ssw[/youtube]

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!