Both Teams Played Hard #26

Both Teams Played Hard #26

Caio
Fala pessoal! Não respondam em Podcast pois estou sem tempo para ouvi-los, mas essa falta de tempo vai me dar a possibilidade de assinar o conteúdo de vocês e pelo menos os Podcasts especiais vou marcar presença. Bem, Playoffs estão chegando, eliminações e com isso aqueles rótulos de “amarelão”, “pípoqueiro” vem junto. Pobre CP3 e a dupla West & KD, há anos sofrem dessa falta de mentalidade dos fãs brasileiros… E o pior é que isso se aplica a todos os esportes, como vocês reagem a isso? Como controlam a raiva nesses momentos? Valeu ai

Denis: Não acho que isso é “mentalidade de fãs brasileiros”. A mídia e os torcedores dos EUA reproduzem tudo isso também. Aliás, são eles que ditam as discussões que acabamos tendo por aqui também. Lá, hoje em dia, não se fala o nome do Chris Paul sem lembrar que ele nunca passou da segunda rodada dos Playoffs. Eu já nem sinto mais raiva, já falamos sobre esse assunto mil vezes, cada um acredita na fantasia que quiser.

Acho que momentos de pressão atingem qualquer jogador, ou qualquer pessoa, em diferentes momentos. É claro que eventualmente alguém sente a pressão e “amarela” num momento grande. Mas é difícil cravar que um jogador ou pessoa é assim SEMPRE, especialmente alguém que conseguiu chegar a esse ponto de sucesso na carreira como jogador. E, por fim, nada mais cruel do que julgar a carreira individual de um jogador pelos ganhos coletivos que ele teve. Se um jogador é campeão e diz que fez tudo sozinho, essas mesmas pessoas que o chamam de amarelão já iam mudar o discurso pra dizer que é um jogo de equipe, que ninguém ganha sozinho, etc.

Both Teams Played Hard #25

Both Teams Played Hard #25

inicius
Da série, “aqueles jogadores que ninguém mais comenta a respeito”: queria saber a opinião de vocês sobre a carreira de Jermaine O’Neal. Ele foi um cara que eu não cheguei a acompanhar, mas vi vídeos no YouTube e gostei bastante do estilo de jogo dele.

Ele teve médias muito boas por vários anos no Pacers, sendo 6x um All-Star, ganhou prêmio de jogador que mais evoluiu, etc… Passou por times com boas pretensões para a temporada, como o Heat, Celtics, e seu último time, o Warriors. Curioso como suas médias caíram bastante e sua relevância também diminuiu a partir da temporada 2007-08. O que houve? Lesões atrapalharam sua carreira? Foi a idade que pesou? Se queimou no Malice at the Palace junto com Ron Artest e Stephen Jackson? Ou simplesmente seu jogo não encaixou mais com o evoluir da liga?

Denis: O Jermaine O’Neal é um dos muitos jogadores do fim dos anos 90 que pulou direto do colegial para a NBA. Como tantos outros, não emplacou logo de cara e passou uns anos esquentando banco no Portland Trail Blazers, que tinha ambição de playoff e dava preferência para os veteranos do garrafão, caras como Rasheed Wallace, Arvydas Sabonis, Cliff Robinson e Brian Grant. Ele até chegou a receber extensão de contrato, mas acabou pedindo pra ser trocado e foi para o Indiana Pacers em 2000.

Lá ele teve a melhor fase da sua carreira. Ele era muito talentoso, todo classudo, cheio de jogadas técnicas, bom jogo de pernas e um turnaround jumper de meia distância que era sua marca registrada. O problema é que seu auge durou pouco, lá por 2005 ele já começou a lidar com uma série de lesões, desde o ombro até os joelhos, que sempre ficaram interrompendo suas temporadas no meio, tirando seu ritmo. No seu melhor ano, foi o melhor jogador do Pacers que teve 61 vitórias, a melhor campanha de 2003-04 em toda a NBA. Naquele ano ficou só atrás de Kevin Garnett e Tim Duncan na votação de MVP da temporada. Acabaram perdendo para o Detroit Pistons na final do Leste, na série mais defensiva, brigada e cheia de tocos que eu vi neste século. No ano seguinte, como você citou, aconteceu aquela briga generalizada no ginásio em Detroit que destruiu essa ótima geração do Pacers.

Both Teams Played Hard #24

Both Teams Played Hard #24

Paulo
Oi, queria participar de algum fantasy. Como posso fazer pra entrar em algum ou criar uma liga dos amigos.
Obg e abs

Denis: A essa altura da temporada não rola mais, já estão todas acabando. Nos EUA estão na moda as one-day leagues, que é um fantasy por rodada, tipo o Fan Duel. Nunca joguei, não sei como é. No começo da temporada que vem dá pra combinar com amigos (talvez nos comentários do blog) alguma liga na ESPN, Yahoo.com ou similares. O Jumper está fazendo umas ligas diárias também.

Se quiser criar uma liga própria, complexa e trabalhosa, nós damos as dicas nesse post aqui. É tudo baseado na liga que criamos no Bola Presa em 2008.

Both Teams Played Hard #23

Both Teams Played Hard #23

Wilson Santana – Santos
Primeiramente não posso ajudar Denis no apoia.se( eu sei que você dá privilégios pra quem apoia e tá certo!), mas, problemas financeiros ou não, eu queria saber a opinião de vocês em um assunto que eu julgo ser interessante, no futebol por exemplo, existe as ligas sulamericanas e mundiais(como libertadores, copa dos campões e etc), sei que aqui na américa do sul e na europa existem competições de basquete parecidos com que eu digo, mas, seria muito massa ter um Cavs vs Real Madrid, um Ferner vs Lakers, enfim, sei dos problemas de calendário, mas, se tivesse um mini campeonato valendo $ com disputas valendo realmente algo, não só amistosos esporádicos “ali e aqui” como tem na pré-temporada. Se responderem serei feliz tanto no blog ou em podecast(aberto :() Trilha sonora recomendada: Top Gear(pra desprezo do Danilo)

Denis: Uma competição internacional assim está fadada ao fracasso desde o começo. Os times da NBA não vão dar a mesma importância que outros times e entrarão com aquela mentalidade do “se ganhar tanto faz, se perder é vergonha”. Não dar importância é uma resposta natural para uma situação onde eles não têm muito a ganhar.

Both Teams Played Hard #22

Both Teams Played Hard #22

Augusto:
Olá amigos, vocês acham que o LeBron pode ficar “marcado” por ser um cara que quer influenciar muito a franquia e acaba atrapalhando? Eu não vejo problema em um atleta que é extra classe querer fazer mais do que o “normal”, só que o Sr. James, fazendo isso, nunca conseguiu ganhar nada em Cleveland, com esse jeito mandão ele não ganhou nada, por outro lado, em Miami, onde o dono do time é o Pat Riley, James se manteve na linha, obedeceu os comandos do Spoelstra, gostando ou não, e foi campeão. LeBron é um atleta tão completo que poderia deixar o ego um pouco de lado e obedecer quem a franquia determina para tentar levar o Cavs a algum lugar, não acham?

Danilo: A imagem do LeBron ficou “marcada” muito rapidamente na NBA por uma série de motivos, que em geral envolvem acusações de arrogância, prepotência, ego exagerado, e eventualmente omissão em momentos decisivos dos jogos. O problema é que muito facilmente esquecemos qual contexto trouxe LeBron James para a NBA: ele era tido como o melhor jogador de colegial da história, chegou a ter jogos do seu time de escola transmitidos pela ESPN e fazia seu ginásio local lotar em todos os jogos com longuíssimas filas de espera, algo nunca antes visto nessa etapa do basquete.

1 2 3 4 14