8 ou 80 – Dia oficial do lance-livre

>

ad infinitum

Dwight Howard quebrou o recorde de lances-livres tentados na história da NBA. Foram 39 contra o Golden State Warriors, passando a marca de 34 de Wilt Chamberlain. Esse recorde completaria 50 anos daqui 6 semanas. Antes dos 34 tentados, Wilt foi já havia igualado o antigo recorde, 27, e nesse jogo acertou apenas 9! Um 33% digno de Andris Biendris ou Ben Wallace.

Os 39 lances-livres tentados são recorde da história. São também, obviamente, recorde da temporada. O segundo lugar é tão distante que dá vergonha: No último dia 27 de dezembro Kevin Love tentou 24 lances-livres contra o Bucks, é o único jogador além de Dwight a passar dos 20 lances-livres tentados nessa temporada.

Na temporada passada apenas em 11 ocasiões um jogador passou de 20 lances-livres tentados. O recorde ficou (surpresa!) com Dwight Howard, que tentou 24 contra o Knicks e o Bucks. O pivô do Magic ainda passou dos 20 em mais duas ocasiões. Completam a lista Blake Griffin, Kevin Love, Eric Gordon, Derrick Rose, Chauncey Billups, DeMarcus Cousins e LeBron James.

Foi a 16ª vez na carreira que Dwight Howard tentou pelo menos 20 lances-livres em um jogo. Os 53% de aproveitamento que teve na noite de ontem é sua 5ª pior marca nesses jogos. A pior foi contra o Sixers em Janeiro do ano passado quando acertou 10-22 (45%). A melhor foi contra o Thunder, também em Janeiro do ano passado, quando acertou 17-20 (85%). 


8 ou 80 Diário
A rodada em números


Além de Dwight Howard tivemos outros recordes interessantes na estranha rodada de quinta-feira

– Com os 26 pontos de ontem, Kyrie Irving se tornou o primeiro jogador do Cavs a passar dos 25 pontos em um jogo em uma de suas primeiras 10 partidas como profissional desde… adivinhe. Vai lá, chuta. LeBron James? Não. LeBron marcou 25 pontos cravados na sua estreia, mas passou da marca só na sua 12ª partida. O último recordista foi Dajuan Wagner, o “Novo Iverson” de 2002 marcou 29 pontos logo no seu 3º jogo. Também marcou 28 no jogo seguinte, 25 no outro e de novo 29 no que veio depois. Também passou dos 30 ainda nos seus primeiros 10 jogos. Uma pena que seguidas contusões no joelho e gravíssimos problemas nos rins acabaram com sua carreira.

– Ontem tivemos um jogo perfeito e, acreditem, foi Detroit Pistons e Milwuakee Bucks. Não estou brincando e nem é uma piadinha com “perfeito para dormir” ou qualquer Zorra Total do tipo. E, sério, o recorde tem a ver com lances-livres: O Pistons tentou 11 lances-livres e acertou todos, o Bucks tentou 17 e acertou todos também. Foi apenas a segunda vez desde que o relógio de 24 segundos de posse de bola foi inventado, em 1954, que um jogo da NBA acabou sem lances-livres errados! A última vez havia sido em 2000, quando Hawks e Raptors combinaram para 16 lances-livres sem erros.

– Foi uma noite estranha em lances-livres mesmo. Steve Nash, o segundo melhor cobrador de lances-livres da história da NBA, com 90,37% de aproveitamento na carreira, errou seus dois primeiros na temporada. Até agora ele tentou 13 e acertou 11. O único jogador a sua frente na história da liga é Mark Price, com aproveitamento de 90,39%.


Sobre o 8 ou 80 diário:
Uma coluna diária que analisa apenas os números da rodada. São estatísticas colhidas nos sites da ESPN, NBA, Elias Sports Bureau, HoopData, 82games.com e Basketball-Reference.com.

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e Vídeo do Film Room.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e Film Room.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e Vídeo do Film Room.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e Film Room.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, se cadastre, busque pelo Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar escreva para o bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!