Entenda o sorteio do Draft da NBA

O Draft da NBA começa hoje. Mas calma, você não dormiu tempo demais, os Playoffs ainda estão rolando e a noite de gala onde jogadores jovens demais usam ternos descolados demais ainda irá demorar mais de um mês pra chegar. Mas esta terça-feira (17) nos reserva um evento importantíssimo: é hoje que saberemos a ORDEM das escolhas! Às 21h tem Draft Lottery!

Para os novatos de plantão, explico como funciona a brincadeira. Todo ano a NBA realiza o Draft, um evento onde todos os times tem a oportunidade de selecionar jovens jogadores que ainda não estão na liga, sejam eles atletas universitários ou gringos que atuam em diversas ligas do mundo.

Mas como é definida a ordem das escolhas? Quem é o primeiro a escolher que novato trazer para o mundo dos profissionais? É aí que entra o evento de hoje. O Draft Lottery é o sorteio que decide quem escolhe primeiro, quem escolhe depois, é um daqueles dias que define a vida de muita franquia. Como está hoje o universo paralelo onde o Lakers conseguiu a primeira posição do ano passado para ter Karl-Anthony Towns? Não sei, mas queria viver lá!

O sistema de sorteio da NBA busca beneficiar os piores times para que eles tenham, ao escolher esses jovens talentos antes dos outros, maior chance de voltar ao topo. É uma forma de igualar as coisas e tentar dar chances para todo mundo ser bom.

Mas esse lado COMUNISTA da NBA não é tão extremo ao jogar a meritocracia no lixo: o pior time da NBA não tem automaticamente a primeira escolha para selecionar os pirralhos, ao invés disso eles tem a MAIOR CHANCE de, em um sorteio, cair com essa primeira escolha e poder pegar o melhor novinho da balada. É a charmosa pitada de sorte que faz com que o emprego e o planejamento de muitas pessoas que movem milhões de dólares seja decidido pelo puro e caótico ACASO.

nba-draft-lottery-(1)

Deu pra sacar? Bora responder algumas perguntas então:

Por que não dar direto a primeira escolha para o pior time?
Bom, se hoje já tem time montando time ruim de propósito (alô Sixers!) para simplesmente aumentar a chance de ser sorteado em primeiro, imagina o que não fariam pela CERTEZA de ter essa desejada primeira posição. O recado que a NBA tenta passar, que não é imune a muitas críticas e propostas de reformas nos últimos anos, é: se você for ruim nós até ajudamos, mas não exagere!

Todos participam do sorteio?
Não, só estão no sorteio os 14 times que não se classificaram para os Playoffs. Os outros 16 ficam com as escolhas seguintes, com ordem baseada na campanha que cada um teve na temporada regular. Playoffs não entram na conta!

As 14 posições serão sorteadas hoje?
Não, o sorteio serve para definir apenas o Top 3. Após o sorteio para as primeiras posições, as outras, da 4 até a 14, são definidas de acordo com a ordem de classificação da temporada regular.

Como funciona o sorteio?
Cada time recebe um certo número de combinações de 4 dígitos. O time com o maior número de chances de ficar no topo (o time de pior campanha) recebe 250 combinações de números, o segundo pior recebe 199 combinações, o terceiro fica com 156 e assim até o 14º, que tem míseras 5 combinações. Depois disso, uma simples máquina daquelas que suga bolinhas de ping pong decide o futuro da NBA.

BOLINHAS DE PING PONG?!?!?!
Pessoal, bolinhas de ping pong definem o FUTURO DA NBA

E nós vamos poder assistir isso?
Não, o sorteio das bolinhas é fechado e conta apenas com a presença de alguns membros da NBA, uma empresa de auditoria, alguns poucos jornalistas e representantes de todos os times. Eles não falam o resultado do sorteio para ninguém!

O resultado do sorteio é então enviado para um estúdio, onde o programa que vamos assistir na TV está sendo apresentado. Lá os times tem outras pessoas, que vão saber do resultado na nossa frente, para representá-los. Cada time leva quem quiser, podem ser jogadores, ex-jogadores, General Managers, filhos de managers, fãs sorteados numa promoção, qualquer coisa.

Quais as chances de cada time?

A tabela abaixo mostra as chances de todos os times de conseguir cada escolha neste ano. A coluna ‘C’ mostra a quantidade de combinações de bolinhas que cada time tem.

C 10º 11º 12º 13º 14º
PHI 250 25,0% 21,5% 17,8% 35,7%
LAL 199 19,9% 18,8% 17,1% 31,9% 12,3%
BKN 156 15,6% 15,7% 15,6% 22,6% 26,5% 4,0%
PHO 119 11,9% 12,6% 13,4% 9,9% 35,0% 16,1% 1,3%
MIN 88 8,8% 9,7% 10,7% 26,1% 36,0% 8,4% 0,4%
NOP 63 6,3% 7,1% 8,1% 44,0% 30,4% 0,4% 0,1%
NYK 43 4,3% 4,9% 5,8% 59.9% 23,2% 1,8% 0,0%
SAC 19 1,9% 2,2% 2,7% 72,4% 19,7% 1,1% 0,0%
DEN 19 1,9% 2,2% 2,7% 78,4% 14,3% 0,5% 0,0%
MIL 18 1,8% 2,1% 2,5% 84,6% 8,7% 0,2% 0,0%
ORL 8 0,8% 0,9% 1,2% 90,7% 6,3% 0,1% 0,0%
UTA 7 0,7% 0,8% 1,0% 93,5% 3,9% 0,0%
WAS 6 0,6% 0,7% 0,9% 96,0% 1,8%
CHI 5 0,5% 0,6% 0,7% 98,2%

E o que está em jogo hoje para cada time?
Falar de todos é difícil, alguns apenas buscam a melhor chance possível, mas existem algumas boas histórias a serem acompanhadas:

Philadelphia 76ers – Este é o terceiro ano seguido em que o Sixers está entre os três times com maior chance de conseguir a escolha principal. Mas é a primeira onde garantiram a pior campanha e rezam para finalmente tirarem a sorte grande. Infelizmente, como explicamos nesse post, o grande idealizador do PROCESSO que visava perder para ganhar, já pulou fora do barco. As fofocas dizem que o Sixers, se não ficar com a primeira escolha, pensa em negociar sua posição no Draft por um jogador veterano. No mundo ideal, porém, eles saem de mão cheia: escolhas 1 e 4 na mão! Como? Leia o causo do Lakers.

Los Angeles Lakers – O Lakers está em uma situação bem delicada. Se sua escolha for sorteada na posição 1, 2 ou 3, ótimo. Chance de recomeçar após Kobe Bryant! A partir da quarta? Nem tão legal. Nesse caso a escolha iria para o Philadelphia 76ers, resultado da longínqua troca feita por Steve Nash. O Lakers mandou para o Suns essa escolha de 2016 (com essa proteção dentro do Top3), que depois foi negociada para o Sixers.

Brooklyn Nets/Boston Celtics – A escolha do Brooklyn Nets foi trocada para o Boston Celtics naquele negócio envolvendo Paul Pierce e Kevin Garnett, então o time promissor que já está até nos Playoffs tem enormes chances de abocanhar uma escolha top de linha. Olho nos verdinhos!

Denver Nuggets/NY Knicks/Toronto Raptors – Lembra da troca de Carmelo Anthony? Ela ainda dá frutos! O Nuggets terá o direito de trocar de posição com o Knicks. Qualquer uma que for sorteada melhor, portando, fica com o time de Denver. A pior das duas iria para o Knicks, mas lembra da troca por… ANDREA BARGNANI? Então, ela vai para o Raptors. O Knicks assiste ao sorteio sem poder ficar com nada.

Phoenix Suns/Washington Wizards – A troca de Markieff Morris no meio dessa temporada envolveu uma escolha de Draft, a deste ano. O Suns então está representado pelas suas bolinhas e pelas do Wizards também. Porém, como no caso do Lakers, ela volta para o Wizards se ficar no Top 3. Como mostra a tabela acima, porém, isso não é muito provável…

Sacramento Kings/Chicago Bulls – Uma chance que não alcança os 0,1% de probabilidade de acontecer pode fazer a escolha do Kings ficar na 11ª posição. Nesse caso, ela vai para o Chicago Bulls, resultado da troca do Luol Deng para o Cleveland Cavaliers, que tinha essa escolha do time da Califórnia. Mas o mais provável, e bota mais de 99% de provável nisso, é que ela fique em Sacramento mesmo nesse ano.

Não entendi nada dessas trocas, o que está acontecendo?
É o seguinte, um time pode trocar uma escolha de Draft (como se fosse um ~jogador futuro~) em uma negociação com outro time. Essas trocas, porém, podem envolver PROTEÇÕES. O Los Angeles Lakers, por exemplo, aceitou enviar sua escolha de Draft para o Phoenix Suns, mas colocou uma condição, uma proteção: se, em 2016, ficar dentro do TOP 3, ainda é nossa. E aí o Suns ficaria com uma escolha do Lakers só em 2017. O Suns topou e depois mandou essa escolha, com as mesmas condições já aplicadas, para o Sixers.

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!