[Resumo da Rodada] Como o Mar Vermelho

[Resumo da Rodada] Como o Mar Vermelho

Um primeiro quarto físico, brigado, disputado, com lances de efeito, grandes jogadas coletivas e individuais. Um primeiro quarto bonito que, entre mortos e feridos (incluindo o plano de jogo do Cavs, que foi logo de cara privada abaixo), terminou com o Warriors vencendo por apenas 5 pontos. Será que finalmente teríamos a série que merecemos? Um duelo de alto nível em que o Cavs, mesmo aos trancos e barrancos, tornaria a partida disputada até os momentos finais, quando tudo pode acontecer?

Nah. No segundo quarto, o Cavs que já parecia no limite começou a soltar fumaça. Kevin Durant assumiu o jogo e começou a alargar a vantagem. Os 8 pontos a mais para o Warriors no placar ao fim do primeiro tempo escondiam como o Cavs estava se segurando pela pontinha dos dedos. Bastaria um peteleco para que a dignidade desabasse. Um quarto e um Stephen Curry depois, o jogo já estava inteiramente encerrado. Se os titulares pisaram em quadra no quarto período foi apenas porque não é bem visto abandonar um jogo das Finais até os minutos derradeiros. A promessa de um jogo disputado – aquele que seria capaz de dar significado a toda essa temporada – foi adiada para o próximo confronto com mais de 20 minutos faltando para o término do jogo.