O Thunder renasce (por um ano) com Paul George

O Thunder renasce (por um ano) com Paul George

Ninguém deveria ter ficado com uma troca de Paul George a essa altura do campeonato. Se especula isso há praticamente um ano! Todos achavam que ele seria negociado na data-limite das trocas da última temporada, não aconteceu, mas ao fim do campeonato ele disse com todas as letras ao comando do time que ao fim da próxima temporada iria aproveitar o fim do seu contrato para ir jogar no Los Angeles Lakers. Mas a NBA de hoje em dia só sabe fazer uma coisa: nos chocar. Quando a gente menos espera tem troca de Draft indo embora, Chris Paul trocando de time ou jogadores brigando via Emojis no Twitter. Até a coisa mais anunciada de todas, a troca de Paul George, chocou por levá-lo a um dos poucos times que jamais haviam sido especulados na brincadeira, o Oklahoma City Thunder.

O time do MVP Russell Westbrook enviou apenas Victor Oladipo e Domantas Sabonis para o Indiana Pacers para conseguir o melhor jogador do time. Segundo relatos da imprensa americana, metade da liga ficou REVOLTADA com a troca, inconformados com a decisão de Kevin Pritchard, novo general manager do Pacers. Fontes próximas do Blazers dizem que o time ofereceu ao Pacers qualquer dois de seus jogadores  (tirando Lillard, McCollum e Nurkic) e mais ao menos duas escolhas de Draft. Uma troca tripla discutida com Cavaliers e Nuggets mandaria algumas jovens peças para o time. No dia do Draft, o LA Lakers tentou antecipar a ida do Beatle mandando Julius Randle, Jordan Clarkson e as escolhas 27 e 28.

Retrospectiva Bola Presa – Parte 2

Retrospectiva Bola Presa – Parte 2

Hoje, dia 3 de julho de 2017, o Bola Presa está completando 10 anos. Nossa proposta de encontrar uma nova maneira de cobrir, analisar e pensar a NBA já tem UMA DÉCADA. O blog mudou e evoluiu muito durante todos esses anos, assim como nós mesmos. Nossas vidas pessoais foram transformando e sendo transformadas pelo Bola Presa conforme tentávamos entender o basquete e o mundo que nos cercava. Os mais de dois mil textos que produzimos nesse período contam não apenas a história da própria NBA nessa década, mas também a história das transformações culturais que cercaram o basquete e a história de nossas próprias transformações – seja no modo de escrever, no modo de pensar ou mesmo em nossa habilidade de analisar o esporte e suas ramificações. Olhar para os posts antigos é acompanhar toda essa jornada, é encontrar elementos que são centrais para o blog e para nosso modo de pensar ainda como sementes nos primeiros textos, é ver como pequenas mudanças na Liga acabaram culminando no tipo de basquete que vemos nos dias atuais.

Mas além de olhar para trás para ver esse percurso pessoal e coletivo, olhar para o passado do Bola Presa é, para nós, sempre um grande exercício de deslumbramento e gratidão. Começamos produzindo o tipo de conteúdo que gostaríamos de ler e não encontrávamos, praticamente produzindo em dupla um para o outro, e tivemos muitos altos e baixos desde então. O blog passou por fazes de múltiplas postagens por dia e já amargou longos períodos sem texto algum até chegar aqui, num momento inacreditável, em que postamos cada vez mais próximos da frequência com que sempre sonhamos graças à ajuda generosa de nossos assinantes.

É por isso que, revisitando nosso passado, dividimos a História do Bola Presa em três fazes diferentes: a Era “blogspot” (de 2007 a 2012), a Era “.com.br” (de 2012 a 2015) e a Era das assinaturas (de 2015 até os dias atuais). Visitamos a Era “blogspot”, quando eramos apenas um blog sem maiores pretensões, na primeira parte dessa retrospectiva que marcou as comemorações de 8 anos do blog. Muitos daqueles posts ainda são bastante relevantes e interessantes, então cuidamos para que agora o acesso ao endereço antigo esteja aberto para que todos os interessados possam revisitá-los. Para aqueles que entraram em contato dizendo que os posts estavam inacessíveis, agora já estão

Agora, nesse aniversário de 10 anos, é hora de visitarmos a Era “ponto com”, quando o Bola Presa saiu do servidor original e ganhou um template mais profissional – aliado a sonhos mais altos. Foi uma Era de oscilações, esperanças e dificuldades. Inicia-se com o Bola Presa tentando se profissionalizar e manter um Resumo da Rodada durante a temporada regular, comentando todos os principais jogos diariamente. O plano, já ousado demais para um blog realizado por duas pessoas, sofreu ainda mais com a ausência quase total do Danilo por mais de duas temporadas. Os planos de tornar o Bola Presa comercialmente viável foram sofrendo baixas sucessivas, resultando no breve hiato de 2014, quando ele já não tinha como continuar. Essa era difícil só se encerrou em 2015, após uma intensa e apaixonada cobertura dos Playoffs e a realização do sistema de assinaturas para que pudéssemos manter aquela cobertura e paixão vivas.

Ainda assim, nesse período turbulento muitos posts importantes foram produzidos – incluindo alguns dos posts mais famosos do blog – e tentamos coletar os principais e mais marcantes na lista abaixo. Alertamos apenas que tanto esses quanto os posts de nossa retrospectiva anterior possuem muitos anos de vida, passaram por muitas mudanças de template e servidor e, por isso, podem ter suas formatações um pouco alteradas, fotos fora do ar, links para vídeos quebrados e comentários dos nossos leitores inacessíveis para a leitura. Pedimos desculpas pelo transtorno mas acreditamos que ainda assim o conteúdo principal desses posts – o texto – continua perfeitamente acessível e, torcemos, ainda relevante para os fãs de basquete e para todos aqueles que querem relembrar ou conhecer os caminhos que o Bola Presa trilhou nos últimos anos.

Nesse aniversário de 10 anos, com um futuro promissor e empolgante diante de nós, finalmente podemos recuperar com orgulho aquele grito que surgiu nos momentos mais difíceis e nos hiatos mais sofridos do blog: “vida longa ao Bola Presa!

A todos vocês que nos acompanharam nessa década e a todos os que estão chegando agora: vocês tornaram, e ainda tornam, tudo isso possível! Muito obrigado e boa leitura!


A Era “.com.br”

(25 de fevereiro de 2012 a 18 de outubro de 2015)

Momentos marcantes para o Bola Presa

Os acontecimentos mais importantes para o blog durante esse período de 2 anos e 7 meses

Nossa participação no Lance! durante o draft de 2015, algo que repetiríamos no ano seguinte.

– O retorno em definitivo do podcast Bola Presa, na edição 31. Antes esporádico, nosso podcast teve apenas 30 edições em quase 7 anos de blog. Nos três anos posteriores, a partir de então, foram 87 episódios – e contando.

– A pausa no blog em março de 2014. Por motivos pessoais, a temporada 2013-14 já não havia contado com Danilo durante a fase regular; em 2012-13 e 2011-12, participara apenas muito eventualmente. Denis continuou o blog nesse período, até o limite. A pausa durou por cerca de 2 meses, com o Bola Presa voltando à ativa já comentando a primeira rodada dos Playoffs daquele ano.

– Nossa promoção no All-Star Game de 2014 e depois o anúncio do vencedor e estatísticas dos participantes.

– HoopIdea, uma coluna, que acabou tendo apenas uma edição, que sugeria mudanças nas regras da NBA.

– A primeira credencial de imprensa do Bola Presa e a sensação de ver um jogo da NBA ao vivo.

– A criação do fórum do Bola Presa, em 2013. Sempre avessos à banalidade das discussões tradicionais, resistimos à criação do fórum mas fomos convencidos por diversos leitores. O projeto não durou muito, principalmente porque os custos para mantê-lo se tornaram inviáveis. A ideia acabou se tornando, futuramente, nosso grupo de Assinantes Bola Presa no Facebook.

– O recorde de comentários num post do Bola Presa, 147, dando sugestões para solucionar as dificuldades do Denis de manter o blog sozinho e sem remuneração ainda em 2012. Muitas dessas ideias seriam usadas futuramente para criar o sistema de assinaturas do Bola Presa.

– O convite do Bola Presa para ser um dos blogs participantes da inauguração do Google Hangout no Brasil.

– Uma retrospectiva dos visuais do Bola Presa, feita pelo nosso amigo e então webdesigner Felipe, para celebrar a mudança de visual e de servidores que inaugurou a “Era .com.br”.

– As camisetas Bola Presa, uma das tentativa de salvar o blog financeiramente antes das assinaturas, começaram com uma estampa que celebrava o All-Star Game de 2013. Na apresentação das camisetas, explicamos nossas dificuldades e nossa recusa, na época, por cobrar por conteúdo fechado. Só fomos mudar de ideia quase 3 anos depois, como último recurso para salvar o blog.

– As outras estampas das camisetas Bola Presa: Rasheed Wallace e seu “Both Teams Played Hard”, o logo do Bola Presa para comemorar o aniversário de 6 anos do blog, LeBron James e Tim Duncan em homenagem às Finais da NBA em 2013, James Harden e o mantra “tema a barba”, e a visionária imagem da face infantil porém assassina de Stephen Curry.


Draft

1. Análise do draft

Nossas tradicionais análises anuais do Draft que, desde 2008, usam os “selos de qualidade Bola Presa” para julgar cada escolha:

– Draft 2014, usando placares da Copa do Mundo no Brasil como selos de qualidade: Parte 1, Parte 2, Parte 3 e Parte 4.

– Draft 2013, usando manifestações de rua no Brasil como selos de qualidade: Parte 1, Parte 2, Parte 3 e Parte 4

– Draft 2012, usando redes sociais como selos de qualidade: Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4 e Parte 5.

2. Draft de força nominal

Um clássico criado pelo nosso amigo Rafael Mafra, do Gugacast: como seria o draft a cada ano levando apenas a força dos nomes dos jogadores em consideração.

– Draft de 2012.

Melhores nomes do draft de 2013.

Piores nomes do draft de 2013.

3. Os resultados da classe de 2009

Comentários sobre os contratos assinados em 2012 pelos jogadores draftados em 2009.


Prêmios alternativos

Os mais-do-que-clássicos prêmios do Bola Presa, que premiam as coisas que realmente importam dentro de uma quadra de basquete.

– Os vencedores da temporada 2014-15.

– Os vencedores da temporada 2013-14.

– Os vencedores da temporada 2012-13.

– Os vencedores da temporada 2011-12.

– As melhores fotos da temporada 2011-12.


Guias

Textos com a intenção de apresentar aspectos do basquete para os novatos ou auxiliar a fruição de basquete dos torcedores mais experientes.

– Como analisar a atuação de um técnico na NBA.

O que são Free Agents e quais são as regras de contratação de jogadores na NBA.

– Análise tática e funcionamento do famoso sistema de Princeton.

– O que faz e como trabalha um olheiro da NBA.


Estatística, números e dados avançados

Textos sobre a chegada das estatísticas avançadas na NBA, a mudança que elas trouxeram ao basquete e leituras de números que podem melhorar nossa experiência de entendimento do esporte.

– Uma análise da chegada das estatísticas avançadas à NBA, interpretando os principais dados: Parte 1 e Parte 2.

– A tecnologia necessária para gerar dados avançados na NBA.

– O uso de métricas para se medir quem é melhor.

Talentos inesperados que surgem ao se analisar as estatísticas.

– Como Kobe errar arremessos não era necessariamente ruim segundo as estatísticas:

– Dados avançados sobre espaçamento na NBA.

– As 13 posições, ao invés das 5 tradicionais, segundo os dados avançados.

– Números sobre as prorrogações na NBA.

– A importância (ou falta de importância) dos quartos períodos.


Os times campeões

Os Resumos da Rodada dos jogos finais dos Playoffs que decretaram os campeões de cada temporada.

– O post do título do Warriors em 2015.

– O post do título do Spurs em 2014.

– O post do título do Heat em 2013 e também o post do lendário Jogo 6 que contou com a bola decisiva de Ray Allen.

– O post do título do Heat em 2012 e também o post sobre a redenção de LeBron James com seu primeiro título.


Legados e perfis

Análises sobre o legado de jogadores recém-aposentados e perfis de jogadores, técnicos e donos de time da NBA.

– O legado de Steve Nash.

– O legado (cultural) de Allen Iverson.

– O legado de Tracy McGrady.

– Perfil do dono do Nets, Mikhail Prokhorov.


Entrevistas

Conversas entre o Bola Presa e jogadores e técnicos da NBA em suas visitas ao Brasil.

– Entrevista do Bola Presa com jogadores do Cleveland Cavaliers.

– Entrevista do Bola Presa com jogadores do Miami Heat.

– Entrevista com John Paxson, ao lado de Fábio Balassiano.


Previsões

Análises e previsões sobre o futuro que renderam por vezes acertos inesperados, por vezes erros hilariantes.

– A primeira vez em que nos demos conta de que o Warriors estava “quase lá”, em 2013.

– A então possibilidade de que Kobe contemplasse a aposentadoria.

– Uma defesa do talento de Russell Westbrook ainda em 2013:

– A eterna encrenca do Danilo com o Dwight Howard (mas achando que talvez ele até desse certo no Lakers)

Dados sobre a suposta ausência de competitividade da NBA, ainda em 2012, indicando que Heat e Spurs não poderiam dominar para sempre:

– O motivo de existirem previsões esportivas, como todas essas acima.

Palpites sobre o futuro do Instagram em meio aos selos de qualidade do draft de 2012.


Mudanças na NBA

Comentários sobre as mudanças que a NBA passou nesse curto período na parte salarial, tática e no estilo de jogo.

– A onda de jogadores assinarem contratos menores do que mereceriam.

– O salto no tamanho dos salários em 2015.

– A nova importância de rodar a bola na NBA.

– A dicotomia entre eficiência e diversão.

– A tendência de um basquete “small ball” e sem posições definidas em 2012.


Posts importantes

Textos diversos que causaram comoção e resistem ao teste do tempo

– Um dos mais famosos posts do Bola Presa, sobre o jogador Royce White, o escritor David Foster Wallace e a cantora Lady Gaga.

– Os motivos de ser tão difícil imitar o modelo do San Antonio Spurs.

– As lesões na NBA e possíveis soluções polêmicas para a recuperação de atletas.

– O que podemos aprender com a passagem de Leandrinho pela NBA.

– Quem é o verdadeiro público do All-Star Game.


Se faltou algum post de que você se lembra com carinho dessa época, deixe nos comentários para que mais pessoas possam recordar e ter acesso a ele. Em nosso próximo aniversário (o décimo primeiro!) revisitaremos a última Era, com os primeiros posts fechados e o auge de produção do Bola Presa. Até lá, aproveitem os links para o passado acima e também o presente que continuamos produzindo todas as semanas. Divirtam-se!