Denis

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Lucas Bebê conquista seu espaço

Lucas Bebê conquista seu espaço

Em 2011, em um Mundial Sub-19 organizado na Letônia, o Brasil viu em primeira mão a geração que iria substituir a geração de Nenê e Leandrinho na NBA. Embora o nono lugar não tenha sido nem um pouco animador, o torneio serviu para muitos gringos botarem os olhos pela primeira vez em Raulzinho, Cristiano Felício e Lucas Bebê.

O último foi um dos destaques do torneio. Bebê foi o quinto em médias de rebotes no torneio com 8,8 por jogo e segundo em tocos, com incríveis 2,9 por partida. Liderando as duas estatísticas estava Jonas Valanciunas, campeão e MVP do torneio, hoje parceiro de Bebê no time titular do Toronto Raptors.

A diferença está no caminho dos dois desde este Mundial Sub-19 até o time canadense. Valanciunas havia sido draftado pelo Raptors menos de um mês antes do torneio, e na temporada 2012-13 já foi para a NBA, onde é titular desde a sua estreia na liga. Um poço de tranquilidade se compararmos com a trajetória do brazuca: foram alguns anos na Liga ACB da Espanha, onde seguiu jogando mesmo depois de ser draftado pelo Dallas Mavericks e imediatamente trocado para o Atlanta Hawks. No fim das contas ele nem jogou em Atlanta, foi negociado sem muito barulho para Toronto em 2014 e lá finalmente fez sua estreia… na D-League. Só em meados da temporada 2014-15 que Bebê jogou míseros VINTE E TRÊS minutos em seis partidas oficiais da NBA.

Podcast Bola Presa – Edição 96

Podcast Bola Presa – Edição 96

Bem amigos do Bola Presa, mais um podcast no ar!

Nesta edição discutimos o DESAPARECIMENTO de Derrick Rose e, claro, seu retorno mal explicado um dia depois. Afinal, por que o NY Knicks não sabe lidar com os seus problemas e o que aconteceu para tudo começar a dar errado nas últimas semanas? No caminho ainda falamos sobre o papel dos reservas nos times da NBA e sobre a evolução do OKC Thunder, puxado pelo impressionante Enes Kanter.

No Both Teams Played Hard falamos sobre a descoberta de Montrezl Harrell pelo Houston Rockets, Glen Davis, a nerdice do Boston Celtics, mais um leitor mirando um desanimador namoro a distância e o causo MAIS MALUCO da história envolvendo mulheres tchecas, flagras, traição e chantagem

Você pode seguir o podcast do Bola Presa no iTunes ou em qualquer agregador de podcasts

Protegido: 🔒Filtro Bola Presa #35

Protegido: 🔒Filtro Bola Presa #35

Parece que ontem mesmo era 2016, mas já passaram mais de 10 dias de 2017, o NY Knicks já não é mais respeitável, o Washington Wizards é um time muito legal de se assistir e o Davis Bertans é um jogador mais relevante que o Joakim Noah. Em resumo: o tempo passa, o tempo voa e o Filtro Bola Presa já chegou na sua edição 35! Vamos guardar aqui nesta ala do Museu Bola Presa de Relevância Temporária tudo o de pequeno da última semana?

#AlinneNoBolaPresa

#AlinneNoBolaPresa

Já ouviram o Podcast #95 que saiu na última sexta-feira? Então corram lá! Queremos sua ajuda para fazer do episódio 100 o melhor de TODOS OS TEMPOS. Ou o melhor dos últimos 100, já está bom assim.

Precisamos da ajuda de vocês em TRÊS fronts. Vamos lá:

1. Mande seus depoimentos em áudio: Já teve alguma pergunta respondida pela gente? O que aconteceu depois? Passou por uma situação tipo a daquele cara que tava ouvindo o podcast com o fone de ouvido desconectado no trabalho enquanto falávamos absurdos sobre ‘jovens senhoras’? Escutar o podcast animou ou momento ruim ou melhorou um que já estava bom? Nos escuta enquanto trabalha em uma locadora de filmes? Nos conte e você entrará no Podcast 100!

Os áudios podem ser enviados via Facebook, na nossa página, ou direto no [email protected]


2. Mande perguntas para o Both Teams Played Hard: Isso é fácil, vocês fazem toda semana. O formulário está aí na barra lateral. Se forem perguntar relacionadas ao podcast, melhor. Teremos nosso momento egocêntrico para celebrar a centésima edição.


3. Ajude a fazer a Alinne Moraes participar do nosso podcast: Mesmo após 9 anos de blog e 100 edições de podcast, a melhor atriz deste país não sabe ainda que tem a HONRA de ser a MUSA do Bola Presa! Isso não pode ficar assim.

Quem escutou o último podcast já está lá no Instagram dela com o a hashtag #AlinneNoBolaPresa. Entre lá, coloque também a sua mensagem e avise-a de que ela é querida por este humilde blog. Coloque o link deste post, se ajudar =)

Print

Sejamos sinceros, sabemos que a Alinne tá ocupada demais para nos ajudar! Mas vocês, não!!! Mandem os áudios, as perguntas e façam parte do episódio 100. 

O sonho de consumo

O sonho de consumo

Não foi exatamente como no dia em que o Golden State Warriors contratou Kevin Durant, mas a internet também reagiu no maior clima “xibom bombom” quando o Cleveland Cavaliers conseguiu firmar uma troca com o Atlanta Hawks para levar Kyle Korver em troca de Mike Dunleavy e uma escolha de 1ª rodada de Draft. Será que, de novo, os ricos ficaram mais ricos enquanto os pobres ficam mais pobres?

A solução do Cavs foi muito bem pensada e bem executada. O time é o melhor do Leste, disparado, deve se classificar em primeiro na conferência sem dificuldades e é absoluto favorito contra qualquer outro de time de sua conferência, mas isso não quer dizer que tudo lá é perfeito. Dos 15 jogadores do elenco, apenas 8 participam da rotação de confiança do técnico Tyronn Lue. Caras como DeAndre Liggins, Jordan McRae e o agora trocado Mike Dunleavy entram pouco, em jogos menores, com placar resolvido e atuações não muito confiáveis. É pouco para um time com muita ambição e que tem o hábito de oferecer descansos eventuais para seus jogadores ao longo da temporada. Nesta semana, em jogo contra o Chicago Bulls, Kyrie Irving e Kevin Love não puderam jogar e o time perdeu em casa para uma equipe que passa por um momento ruim. Há algumas semanas eles perderam, por lesão, JR Smith, um dos jogadores de apoio mais importantes do time. Ele só deve voltar nos Playoffs. Por fim, o time ainda tem uma vaga morta no elenco, ocupada por Mo Williams. O armador decidiu se aposentar, não informou o time e seu contrato está lá, válido, mesmo com ele nunca tendo ido se apresentar. Uma confusão patética.

1 2 3 4 157