🔒Filtro Bola Presa #40

Amigos assinantes, estamos de volta com mais um Filtro, um resumo que deveria ser de tudo o de FRUGAL que aconteceu na última semana, mas que, devido às minhas férias, virou um apanhado do que rolou na última semana + último mês! O Danilo resgatou alguns bons causos na edição passada, mas fiquem tranquilos que ainda tem muuuito mais!


Neste tempo que estive fora foi tempo de nascerem algumas piadas internas ao redor da liga, mas nenhuma mais interessante do que a criada por um grupo de fanáticos pelo Philadelphia 76ers. Ao seguir o novato-que-não-joga Ben Simmons nas redes sociais, alguns torcedores perceberam que os gatos do atleta estavam sempre pendurados pelo corpo dele, geralmente em lugares bem altos. Tipo assim:

Simmons_

Depois de uma vitória do time sobre o Charlotte Hornets, a galera lembrou dos gatos e mandou a hashtag #raisethecat, ou “ERGA OS GATO TUDO” para comemorar. É, não faz muito sentido mesmo, é a internet. Então passaram a tuitar suas fotos, com a hashtag, para declarar apoio ao time:

E alguns foram até longe demais…

Mas o legal disso tudo é que a brincadeira cresceu tanto que o Sixers começou a fazer brincadeiras com isso no meio dos seus jogos. Em alguns intervalos a câmera busca torcedores para que eles “ergam os gatos”:

Falando em Sixers, e para mostrar como algumas piadas ficam, SIM, velhas, que tal o Joel Embiid tirando uma com o Atlanta Falcons, que amarelou geral depois de abrir uma vantagem gigante no Super Bowl? Talvez eles estejam só tankando…

Outra piada interna nasceu quando o LaVar Ball, pai do Lonzo Ball, um dos melhores jogadores universitários desta temporada, resolveu (de novo!) falar demais. Falastrão convicto e bem babaca, o Sr. Ball disse que venceria Michael Jordan em um jogo 1-contra-1 (!). A internet não perdoou e criou a campanha #LaVarBallSays para inventar coisas idiotas que o cara diria:

O Brandon Jennings então resolveu fazer uma piada dupla, tirando sarro do papai-Ball e dele mesmo, relembrando de quando ele CRAVOU que seu Milwaukee Bucks bateria o Miami Heat de Wade, LeBron e Bosh em 6 jogos há alguns anos. Como bem lembramos, não foi bem assim…


O Museu de Relevância Temporária do Bola Presa deverá ter uma ala apenas para JaVale McGee. Não só pelas jogadas bizarras, não só pelas expressões faciais impagáveis a cada erro. Mas porque até suas frases são demais:

“JaVale falou para Kerr que ele caiu de bunda. Kerr perguntou ‘Qual o prognóstico?’ – JaVale: ‘Bom, as duas nádegas doem pra valer'”


Mudando de um pivô cômico para um espetacular: acho que fazer isso contra um LeBron motivado a te parar deveria valer vaga automática no All-Star Game, contrato máximo e uma porção de fritas:

Mas por melhor que Nikola Jokic seja, e já é o melhor pivô passador da atualidade, ele está sendo favorecido pela galera que faz as estatísticas em Denver. Acreditam que deram uma assistência pra ele no lance abaixo?!

Quem também merece uns prêmios, trocados e comida frita é Giannis Antetokounmpo. O grego está a caminho de se tornar apenas o quinto jogador da história da NBA a liderar o seu time em pontos, rebotes, assistências, roubos e tocos. Detalhe, ele também pode se tornar o primeiro cara na HISTÓRIA a terminar a temporada no Top 20 geral em todos esses quesitos.

Giannis

E quer falar o nome do Greek Freak direito? Agora existe um Guia de Pronunciação dos nomes da NBA. Algum MALUCO tinha muito tempo livre e fez uma compilação de vídeos dos jogadores falando os próprios nomes.


A NBA é a liga mais boazinha dos Estados Unidos. Não que ela seja feita só de bons samaritanos, mas é a mais aberta às minorias, a que pega mais pesado com o comportamento dos atletas fora de quadra e a mais empenhada em impactar positivamente a sociedade. Ultimamente até os times tem sido bem “do bem”, com piadinhas entre eles nas redes sociais, pagando de bons rivais simpáticos. Mas como todo filho comportado, a NBA foi trollada pelo irmão revoltado. No caso, a NHL:

NHL

“-Vamos todos nos divertir e ter um bom jogo hoj… espera, liga errada. Esperamos que nós ganhemos e vocês percam porque isso é esporte.

-Bom, nós não gostamos de vocês. É isso. Vai esporte!”

Um debate bem conveniente com a era RAIZ x NUTELLA que vivemos na sociedade contemporânea. Como diria o poeta, não é o duelo que precisamos, mas o que merecemos.


Imaginem só o diálogo em alguma festa no subúrbio de Dallas:

-Eu trabalho na área de comunicação de um time da NBA

-Legal, o que você faz por lá?


Já em Memphis o pessoalzinho descolado da comunicação fez um vídeo no All-Star Weekend perguntando para as pessoas o que elas esperavam do desempenho do Zach Randolph no Campeonato de Enterradas. Espera… ZACH RANDOLPH?!?!? Pois é, tem gente mal informada frequentando esses lugares!

Melhor parte é o clipe que mostra TODAS as (duas) enterradas do Z-Bo na temporada!


Neste último mês, além de All-Star Weekend, tivemos muitas trocas. E infelizmente uma delas separou um dos grandes Bromances da NBA. RIP dancinhas de Westbrook e Cameron Payne:

E qual o grande Bromance que resta na NBA? DeRozan e Lowry? Z-Bo e Gasol? McCollum e Lillard? Será que Anthony Davis e DeMarcus Cousins chegam lá um dia? Acho que uma outra dupla que é forte concorrente está também em Oklahoma City, os Stache Brothers Enes Kanter e Steven Adams. Agora eles estão fazendo vídeos juntos para promover Russell Westbrook como MVP da temporada.

Vocês sabiam que eles gostam mais de Westbrook do que de filhotinhos, árvores e ‘Diário de uma Paixão’?

Falando em duplas, lembram que John Wall e Bradley Beal trocaram farpas depois que o Wizards deu um contrato ZILIONÁRIO para o Beal na offseason? Nada como vitórias para as briguinhas irem para o ralo, mas ainda falta muito para viraram bromance. Em compensação, eles se tornaram a dupla que mais vezes combinou para assistência+cesta na temporada:

Image uploaded from iOS

Se alguém disser que esperava ver Jeff Teague na lista vai estar mentindo feio, nem tentem.

Já a nova dupla Boogie + Monocelha ainda está trabalhando no entrosamento. Mas só entre eles, não com o resto do time! Em um dos primeiros jogos da dupla, eles somaram 89% do UsageRate do time, a maior marca da NBA desde 2001! O UsageRate calcula quantas posses de bola acabam com algo feito por determinados jogadores, seja um arremesso tentado, uma falta sofrida ou um turnover. Ou seja, só os dois jogaram e o resto assistiu.

Por fim, será que vamos ter um pouquinho de PAZ na relação de amor e ódio entre Russell Westbrook e Kevin Durant? Apesar dos cupcakes, apesar das brigas entre seus companheiros, o All-Star Game teve seu pequeno momento de reconciliação. Uma simples tabela, uma ponte aérea que todo o banco do Oeste fez questão de celebrar. Há esperança de paz para o mundo!


Não que eu esteja sem assunto ou com fome, mas vocês gostam de BATATA? Acho que todo mundo gosta, mas até isso se tornar um PRESENTE é demais, né não? Pois algum ser humano desconhecido está distribuindo BATATAS PERSONALIZADAS para jogadores de diversos times da NBA: o Dirk já ganhou a dele!

Batata1

O Kevin Durant recebeu uma para ajudá-lo na sua recuperação:

Até o Frank Kaminsky tem uma:

Calhou que no fim das contas essa foi uma ferramenta para divulgar a ‘Potato Parcel‘, uma empresa cujo todo negócio é baseado em ENVIAR MENSAGENS PERSONALIZADAS EM BATATAS!!! Ou o capitalismo acaba de alcançar o seu auge com essa empresa, ou está morrendo, não há meio termo.

A ‘Potato Parcel’ já havia ficado semi-famosa ao aparecer no programa ‘Shark Tank‘, onde buscou investimento com os milionários do programa, entre eles nosso querido Mark Cuban. O dono do Dallas Mavericks só trollou os meninos, mas eles realmente saíram do programa com investimento no bolso!

E, por favor, me ajudem a decidir. O que é mais bizarro, dar batatas com mensagens de presente ou pedir para um jogador da NBA autografar a sua TORRADEIRA?! Klay Thompson está muito confuso:


TROFÉU FOFURA DO ANO

Pelo menos o Brooklyn Nets fez algum bem neste ano! Brook Lopez foi o primo alto que pega as coisas em cima do armário:

Por outro lado, Dwight Howard só quebrou corações de torcedores rivais que estavam babando por sua camiseta. Essa aí só resolve o trauma na terapia:


JOGADA BOLA PRESA DO ANO

Temos mais candidatos ao único prêmio de fim de temporada que realmente importa!

João Paredão entra na briga por quando tentou jogar queimada com o pobre Marcin Gortat

Também entra na briga o Leandrinho, que esqueceu que não joga mais no Golden State Warriors e que no Phoenix Suns ele não pode se dar ao luxo de comemorar cestas e virar de costas antes que os arremessos entrem de verdade:

Mas vai ser difícil tirar o troféu de D’Angelo Russell, que simplesmente esqueceu o que é ter coordenação motora:


JOGO MAIS BIZARRO DO ANO

O ano não acabou, esse troféu nunca existiu, mas agora está criado e já tem vencedor. O Washington Wizards foi ao deserto visitar o Phoenix Suns e lá eles viveram algo BIZARRO que só uma temporada de 1.230 jogos pode oferecer. Aqui o resumo:

O Wizards liderava por 22 pontos no segundo quarto, aí o Suns fez uma sequência de QUARENTA E SETE A QUATORZE! O Wizards então voltou para o jogo com um 22 a 4 no 3º período. Além disso, o Suns teve 53 (!!!) pontos de contra-ataque, recorde da liga nos últimos 8 anos.

Brandon Jennings e Jared Dudley foram expulsos. Bojan Bogdanovic quebrou recorde de mais lances-livres feitos por um reserva, Ian Mahinmi roubou SETE bolas, recorde para um pivô nos últimos DEZESSETE ANOS! E, claro, um GORILA invadiu uma das jogadas… DEUS PAI!


MASCOTES POWER RANKING

São muitas semanas e muitas mascotagens para gente recordar e distribuir pontos. Para compensar as ausências, portanto, darei uma nota 10 e três notas 5, pode ser? Claro que pode, o blog é meu.

A nota 10, do campeão deste Filtro vai para ele, Benny The Bull. Embora os fãs de Chicago não estejam totalmente satisfeitos com o novo Benny, ele tem se superado aos poucos. A última foi fazer um CURTA-METRAGEM no Snapchat contando a sua própria versão de ‘A Bela e a Fera’. Envolve pipocas, uma princesa que se transforma, cheerleaders, músicas e uma luta contra Robin Lopez vestido de Gaston.

Os primeiros 5 pontos vão para o Bango, que AOMILHOU seus colegas mascotes em uma disputa de arremessos-de-costas-do-meio-da-quadra, elemento chave do que é ser um ser de pelúcia:

Aliás, vou dar mais 5 pontinhos para o Bango porque seu irmão gêmeo foi o PRIMEIRO MASCOTE INFLÁVEL  A ENTERRAR!

Quem também leva 5 pontinhos é o glorioso Rocky, que usou nada menos que um árbitro para reviver a clássica cena de Titanic em um intervalo:

Por fim, anuncio aqui um fato inédito: um mascote irá PERDER pontos! O Crunch, mascote do Minnesota Timberwolves, será PROCESSADO pelo pai do Karl-Anthony Towns, nada menos que a estrela do time. Em um jogo no começo da temporada, Crunch desceu as escadas do ginásio num trenó (claro!) e acabou acertando a perna do pai de Towns, que se machucou com alguma gravidade:

Até recomendaram na hora que o Papai Towns fosse ao hospital, mas ele disse que se seu filho não o visse no lugar de sempre, iria ficar preocupado e acabaria jogando mal. Acho que dá pra perder 10 pontinhos com esse desastre…

Classificação Geral

Benny > 40
Stuff > 30
Coyote > 30
Raptor > 20
Clutch > 20
Rumble > 15
Harry > 15
Bango > 15
Moondog > 10
Grizz > 10
Hugo > 10
Gorilla > 10
Jazz Bear > 10
Hooper > 5
Pierre > 5
Franklin > 5
Rocky > 5
Crunch > 0*

* perdeu 10 pontos por machucar o pai do melhor jogador do time

Para terminar, uma performance conjunta, amistosa, com diversos competidores do nosso Power Ranking:

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!