🔒Filtro Bola Presa #68

Passamos de um quarto de temporada, amigos. Olhem os últimos Filtros e percebam a quantidade de histórias, recordes, jogadas incríveis, lances e bisonhos e causos absurdos que a NBA é capaz de produzir em pouco mais de um mês! Não é absurdo pensar que essa seção poderia ser diária.

Não será, que fique claro, esse aqui já dá trabalho o bastante! E é justamente por dar trabalho que você deveria ir lá em Apoia.se/bolapresa, nos assinar por R$9 para seguir lendo tudo aqui =) #CarinhaDoJabá

Lembram que na semana passada eu disse que estávamos tendo jogos de 50 pontos toda semana? Pois é, aconteceu de novo. Foi a vez de Kevin Durant mandar 51 na derrota do Golden State Warriors para o Toronto Raptors. Ele se tornou nada menos que o OITAVO jogador a alcançar a marca neste ano. É a PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA que a NBA vê tantos jogadores diferentes chegando aos 50 antes do começo de Dezembro. Na temporada passada foram NOVE jogador no ano inteiro!

O mais estranho é que desses oito, TRÊS são do Golden State Warriors! O único outro time que conseguiu ter três jogadores diferentes alcançando a marca de 50 pontos na mesma temporada foi o Los Angeles Lakers de 1961-62 com Jerry West, Elgin Baylor e Rudy LaRusso. Será que Boogie Cousins volta bem o bastante para buscar esse recorde?

Na semana passada postamos o Filtro no dia seguinte dos 54 pontos de James Harden contra o Washington Wizards. Faltou uma estatística incrível sobre o jogo:

Essa foi a QUINTA VEZ que Harden teve um jogo com ao menos 50 pontos, 10 assistências e 5 bolas de 3. Todo o resto dos jogadores na HISTÓRIA da NBA conseguiram a marca só quatro vezes.


Falando ainda em pontos, o Kirk Goldsberry da ESPN divulgou um gráfico com os líderes em pontos em todas as posições da quadra nesta temporada:

O Kemba Walker, que até alguns anos atrás nem tinha o arremesso de 3 em seu repertório, lidera em uma das zonas mais longas. Já Kevin Durant lidera em duas das médias distância enquanto as estrelas do San Antonio Spurs, como era de se esperar, dominam as outras duas. No garrafão temos Giannis Antetokoumnpo, que, como avisamos no último Filtro, lidera COM FOLGA a NBA em enterradas por jogo. Por fim, PJ Tucker está na frente nas DUAS ZONAS MORTAS, alimentado pelos passes de Harden. Em um dos lados, porém, ele está empatado com Bojan Bogdanovic e… Antonio Blakeney?! Ok, alguma coisa o Chicago Bulls ganhou.

Podemos ter certeza que um jogador na NBA não chegará nem perto de ameaçar as marcas de DeMar DeRozan, LaMarcus Aldridge e Kevin Durant: Austin Rivers até agora não tentou NENHUM ARREMESSO DE MEIA DISTÂNCIA NA TEMPORADA!

“Não vou arremessar aquela merda”, disse o filho de Doc sobre os mid-range shots. Segundo os dados oficiais da NBA, ele deu UM arremesso de meia distância, mas acredito que  tenha sido um arremesso de 3 pontos com o pé na linha:

shotchart

Para encerrar essa seção sobre pontuação e arremessos, vamos parar para pensar que DERRICK ROSE é hoje o SEXTO colocado na lista de melhores arremessadores de 3 pontos na temporada?! Com 49% de acerto, ele está empatado com Steph Curry. E tinha gente reclamando que a temporada 2018-19 seria muito previsível…


JOGADA BOLA PRESA DA SEMANA

O melhor lance da semana, do mês, do ano e da década veio de James Harden. Finalmente descobrimos a razão pela qual ele nem sempre se entrega totalmente na defesa: é MUITO FÁCIL para o Barba! Como se interessar por algo que é tão banal para seu talento superior? Nesse exemplo ele mostra como pode roubar a bola de um All-Star como DeMar DeRozan sem sequer olhar para o lance:

Agora um minuto de silêncio pelo tornozelo do DeAndre Ayton, que foi devorado pelo Darren Collison. Não pareceu um daqueles dribles de vídeo game que a gente reclama que é muito forçado e espalhafatoso?

Mas vamos dar um crédito aqui para o pivô novato do Phoenix Suns: ele estava TENTANDO ALGUMA COISA! Parece pouco, mas nem sempre a galera se dá ao trabalho de se mexer. Veja o caso de John Wall no lance abaixo, parece que ele está nos últimos minutos de uma pelada amadora, já pensando na cerveja e no churrasco:

Talvez ele só não esteja interessado em defender, né? Não é todo mundo que gosta. Mas o que falar do Cleveland Cavaliers, que fica com preguiça até quando está com a bola na mão. Apresento a você a incrível jogada em que NADA acontece:

O oposto disso é quando o cara quer demais, como o Tyreke Evans, que não se contentou em tentar a bandeja como quis bloqueá-la ao mesmo tempo:

Na Philadelphia, o mérito de Ben Simmons foi fintar alguém que estava além da quadra. O câmera foi seco no FAKE do armador e quase perdeu a assistência:

E tire um segundo do seu dia para apreciar Dwyane Wade, na sua última temporada na NBA, saltando na QUINTA FILEIRA do ginásio após tentar salvar uma bola. A casa é sua, campeão, pode sentar em qualquer lugar:


ARREMESSOS QUE NÃO VALERAM DA SEMANA

O mais legal é que Joe Ingles achou só que estava fazendo um arremesso sem olhar, mas ao não olhar ele perdeu a parte mais legal da bizarrice que conseguiu no aquecimento:

Nikola Jokic quase conseguiu fazer a sua valer. Não foi o caso, mas nos nossos corações contou CEM PONTOS:


PICUINHA DA SEMANA

No último jogo entre Milwaukee Bucks e NY Knicks, o decepcionante ala Mario Hezonja marcou apenas dois pontos. E mesmo que o jogo tenha sido emocionante, com virada épica e prorrogação, ao fim do jogo só se falava sobre essa cesta solitária do croata no primeiro quarto:

No maior estilo Allen Iverson sobre Tyronn Lue, Hezonja PASSOU POR CIMA de Giannis Antetokoumnpo após a cravada. Enterrada e mais passada por cima é uma das combinações mais humilhantes que um jogador pode fazer, é até errado que um cara tão irrelevante faça isso sobre um dos melhores do planeta.

O grego não ficou nada feliz e disse que na próxima vez vai, vejam bem, “DAR UM SOCO NO SACO” de Hezonja. Só fica mais legal porque o próximo duelo entre Knicks e Bucks será na famosa Rodada de Natal! O espírito natalino fará Giannis pensar duas vezes sobre sua ameaça? Aqui a resposta de Hezonja:

Vamos lá: “Honestamente, se você está com medo, isso não é para você. Não quero ser desrespeitoso, mas se você sente medo, esse não é o lugar para você. Nova York não é o lugar para você e esse time não é para você”.

Do que esse cara tá falando?!


DICAS DE LEITURA


CANSEIRA DA SEMANA

O Jordan Bell não é mais novato e agora se dá a liberdade de tirar uma com os veteranos do Golden State Warriors. Nesse vídeo ele mostra toda a preocupação de Draymond Green, Kevin Durant e DeMarcus Cousins com a temporada regular:

Faria mais sentido se o sono fosse num ônibus do Utah Jazz, olha só o calendário dos malucos:

No domingo eles jogaram o 12º jogo deles em 11 cidades diferentes em 4 fusos diferentes. Foram duas viagens para o Leste em três semanas. Dos últimos 22 dias, eles passaram 18 noites em hotéis e só tiveram UM DIA em casa sem jogar ou viajar. É coisa para destruir casamento, moçada.


FRASE DA SEMANA

O Klay Thompson mora mesmo em outra realidade:

Sobre quem da NBA ele levaria para uma ilha deserta:

Steven Adams, porque ele parece o Aquaman e entende das coisas do mar. Steph Curry porque ele é um pensador crítico e resolve problemas muito bem. Karl Malone por ele ser um bom caçador. Ele seria o caçador e uniria o grupo. Ele tem cotovelos enormes, derrubaria alguns animais”

Certo está o Danny Green, que fez sua parte para tentar fazer o cara parar de falar:


OBRAS DE ARTE DA SEMANA

Está funcionando bem demais essa dupla Nikola Jokic e Juan Hernangomez no Denver Nuggets, não? Esses vídeos em sincronia são a coisa mais sensacional que a NBA descobriu nos últimos anos:

Lembram daquele vídeo ESPETACULAR e HIPNÓTICO com uma iguana fugindo de umas dúzias de cobras? Já era o melhor vídeo do mundo antes, mas agora tem uma versão bônus com o Iman Shumpert narrando os acontecimentos. Nada é tão bom que não possa melhorar:


PAI DA SEMANA

A transmissão mostra um arremesso no segundo final de um jogador e imediatamente corta para mostrar a reação de seu pai. O que você espera ver? Certamente é um pouco mais de emoção do que Tim Hardaway Sr. mostrou após a bola de Tim Hardaway Jr pelo NY Knicks:

Já imagino o Tim Junior chegando em casa depois de marcar 40 pontos e tomando bronca porque errou um lance-livre no primeiro quarto. Tudo para o seu bem, filho.


PÉSSIMA DECISÃO DA SEMANA

A NBA sempre solta após os jogos mais apertados o “Last 2-Minute Report” com a revisão de todos os lances marcados e não marcados pela arbitragem nos dois últimos minutos do jogo e eventuais prorrogações. Pois bem, no jogo de duas prorrogações entre Memphis Grizzlies e Brooklyn Nets o documento saiu grandinho: foram OITO ERROS registrados!

O Memphão foi favorecido SEIS VEZES e o Nets, derrotado, apenas duas.


ÓTIMA DECISÃO DA SEMANA

Uma menina de apenas de 9 anos chamada Riley, mesmo nome da filha mais velha de Steph Curry, mandou uma carta para o jogador do Golden State Warriors perguntando por que não existiam tênis do Curry, da Under Armour, em tamanho para meninas. Ela disse assim:

“Visitei o site da Under Armour e fiquei desapontada ao ver que não tinham o Curry 5 na seção para meninas. Porém eles tinham na seção de meninos, mesmo para customização. Sei que você apoia garotas atletas porque você tem duas filhas e organiza um evento de basquete feminino. Espero que você possa trabalhar com a Under Armour para mudar isso porque quero usar o Curry 5 também”

Também se recusando a usar um recurso chamado COMPUTADOR e apelando para a caneta, Curry respondeu:

“Passei os últimos dois dias falando com a Under Armour para arrumar esse problema. Nós vamos consertar isso agora! Estou também te mandando um par de Curry 5 e você será uma das primeiras crianças a receber o Curry 6. Por fim, temos algo planejado para o Dia Internacional da Mulher em 8 de Março e quero que você celebre comigo. Esteja em Oakland nesse dia!”

A causa é nobre, a carta é bonitinha e já passou da hora dos tênis de basquete também servirem para mulheres e estarem disponíveis na parte certa do site. Dito isso, é difícil traduzir a mensagem e não pensar que pode ser tudo uma ação de marketing. E aí fico imediatamente mal por pensar que coisas legais não podem acontecer sem que a gente pense que é tudo armado. Bom, tá aí a menina fofa aparecendo nos programas bregas dos EUA:


ESTATÍSTICAS DA SEMANA

Se ver Derrick Rose como um dos melhores arremessadores de 3 pontos é estranho, que tal pensar que Marcus Smart (!) tem MELHOR APROVEITAMENTO que Klay Thompson em bolas de longa distância no ano?

O Bola Presa tem um novo herói e ele se chama Robert Covington. O cara está mudando a cara do Minnesota Timberwolves, dando vida à defesa de Tom Thibodeau e comandando a mais improvável revolução de um time nesta temporada. No processo ele está a caminho de se tornar o primeiro jogador da HISTÓRIA da NBA a acabar uma temporada com médias superiores a 1 toco, 2 roubos e 2 bolas de 3 por jogo. RoCo é o FUTURO! #empolguei

Os números não são tão bons quando falamos do San Antonio Spurs. Veja só essa combinação: o time se tornou, ontem, apenas o QUINTO da história da liga a perder três vezes por TRINTA PONTOS de diferença na mesma semana. É muita humilhação:

Para se ter uma ideia da raridade da coisa, o técnico Gregg Popovich só tinha perdido por 30 pontos de diferença CINCO vezes nos seus primeiros 1.758 jogos no Spurs! Salva nóis Tim Duncan!


CRIMINOSO DA SEMANA

Sabia que temos um BANDIDO entre os melhores novatos da temporada? Jaren Jackson Jr. (ótimo nome para um criminoso procurado internacionalmente, aliás) confessou no Player`s Tribune que já teve o FBI o procurando em casa por… PIRATARIA.

Sim, o FBI usou toda sua tecnologia e recursos para ir atrás de um menino de ONZE ANOS que estava baixando todas as séries, desenhos e filmes que conseguia. O susto funcionou. Ele parou com os downloads e fez o impensável ao receber seu primeiro salário do Memphis Grizzlies: comprou um disco.


DENTISTA DA SEMANA

Estranhamente, a partida entre LA Clippers e Dallas Mavericks na semana passada foi entre dois dos times mais QUENTES da NBA no momento. Estranho, eu sei, mas em quadra eles mostraram a razão disso e fizeram um jogaço. De todos os lances, dois se destacaram. Primeiro quando Patrick Beverley, sem querer, TIROU UM DENTE de Dennis Smith Jr.:

Depois quando Dennis Smith Jr., já de volta e COM DENTE POSTIÇO NA BOCA, deu o toco da vitória nos segundos finais! (Bônus para as caras e bocas de Luka Doncic no banco de reservas):

A tríplice coroa do meu xará veio com sua declaração após a partida. No vestiário ele só falou com a imprensa após colocar o de volta o dente postiço que cobria o buraco:

“Se há câmeras, quer dizer que vai parar nas redes sociais. Se está nas redes sociais, tem mulheres olhando. Se existem mulheres olhando, eu preciso estar bem”.

O caso ainda fez Dorian Finney-Smith dar um apelido para o companheiro: Ruthless Toothless, o DESDENTADO CRUEL! Sim, fica melhor em inglês.


MASCOTE POWER RANKING

Os 10 pontos dessa semana vão para o Stuff, o DRAGÃO MÁGICO do Orlando Magic, que nos trouxe essa trollada sensacional em um torcedor do Portland Trail Blazers:

Daremos também 5 pontos para Hugo, o mascote icônico do Charlotte Hornets, que completa 30 anos nesta temporada. O time fez um pequeno vídeo contando um pouco da sua concepção:

Ele também merece os pontos por ter usado um terno espalhafatoso para homenagear o saudoso Craig Sager:

Posso distribuir pontos a rodo nessa semana? Claro que posso né, o Filtro É MEU! Vou dar também 5 pontos para o Moondog.

Primeiro para Cavs ganhar pelo menos alguma coisa e porque o peludo conseguiu a cesta mais improvável justamente na frente de uma plateia difícil e em uma quadra onde não costuma treinar. Decisivo:

Por fim, mais 5 pontos para Franklin por um… passe para touchdown?! Tá valendo tudo no mundo da pelúcia.

RANKING

Bango e Franklin – 25
Benny – 15
Coyote, Hugo, Stuff e Clutch – 10
Champ, Harry, Moondog e Rumble – 5

Para encerrar com chave de ouro, que tal uma PALESTRA MOTIVACIONAL? O homem que passou anos por viveu o Coyote do San Antonio Spurs tenta nos convencer de que podemos fazer a diferença mesmo sem uma roupa de pelúcia. É mentira, mas tá aí ele tentando nos enrolar:

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!