🔒Filtro Bola Presa #87

Bem amigos ASSINANTES do Bola Presa, o Filtro está oficialmente de volta. Na semana passada fizemos um apanhado sobre a offseason e a pré-temporada, mas agora a coisa é pra valer. Temos jogadas de Trapalhões pra valer, recordes inúteis pra valer, decisões fashions questionáveis em jogos de verdade e mascotes usando toda sua criatividade em partidas que têm algum valor. Bora lá começar a acompanhar as histórias mais tolas do ano?


 

LIÇÃO DE VIDA DA SEMANA

Aposentado do basquete há uns bons anos, Ray Allen segue nas quadras de basquete. Mas seu papel agora é ficar na beira da quadra do quintal vendo os filhos se enfrentando em desafios de arremessos. Do lado de fora ele analisa o comportamento de cada um dos pequenos, fala do valor da frustração no aprendizado das crianças e incentiva os filhos a seguirem competindo mesmo após as derrotas:


PITIS DA SEMANA

Não sei se a gíria é usada no Brasil inteiro, mas aqui em São Paulo um piti é um ataque de nervos nem sempre de maneira justificada e muitas vezes ridículo. Nesta semana tivemos D’Angelo Russell perdendo a cabeça e basicamente IMPLORANDO para ser expulso e não continuar em quadra passando humilhação ao lado dos seus companheiros de time:

Mas não foi melhor que o técnico Erik Spoelstra ATRAVESSANDO A QUADRA enquanto o jogo corria para pedir um tempo aos árbitros. E o melhor é que o seu time perdeu a bola antes dele conseguir a atenção dos juízes e ele precisou jogar um FROGGER da vida real no meio do contra-ataque do Milwaukee Bucks:


DICAS DE LEITURA


TROLLAGEM DA SEMANA

O Minnesota Timberwolves botou o estagiário pra ralar no Photoshop só pra garantir a piada. Antes da partida contra o Brooklyn Nets em Nova York, a primeira do time em casa na temporada, o Bleacher Report publicou no Twitter que “uma nova era” começava naquele dia, com uma foto de Kyrie Irving estilizada num muro do bairro. Pois o Wolves foi por cima e colocou a cara de Josh Okogie após a vitória na prorrogação:

Não podemos esquecer do SOCIAL MEDIA do Sacramento Kings, que ignorou a má fase, as três derrotas para começar o ano e usou o meme do CIRILO para dizer que o time ainda podia vencer 79 jogos na temporada:

Bom, perderam o jogo seguinte também. Agora o máximo de vitórias que eles podem alcançar é 78…


FERNANDA MONTENEGRO DA SEMANA

Damian Lillard participou daqueles clássicos comerciais da ESPN na redação do SportsCenter. Aqui ele usa sua capacidade de ser decisivo para conseguir mandar aquele e-mail urgente nos segundos finais:

Se saiu melhor na firma do que na quadra, onde seu arremesso para o empate no último segundo contra o San Antonio Spurs caprichosamente rodou em todos os cantos do aro antes de ir para fora. Melhor uso da super câmera lenta na primeira semana da temporada:


 

FOTO DA SEMANA

Os jogadores do Cleveland Cavaliers deram para John Beilein a bola do jogo e um banho de água gelada após a primeira vitória do treinador de 66 anos na NBA. Bela imagem:

O primeiro jogo do Cleveland Cavaliers em casa foi cheio de homenagens também a Fred McLeod, narrador dos jogos do time que morreu durante a offseason. Muitos foram para o ginásio com uma gravata que homenageava o amigo e Kevin Love a usou até durante o aquecimento. Anderson Varejão também esteve presente no ginásio e prestou sua homenagem!

Outra bonita homenagem aconteceu em Minneapolis, onde os jogadores do Wolves dedicaram a vitória sobre o Charlotte Hornets ao técnico Ryan Saunders, filho do ex-técnico e presidente do time Flip Saunders, que tinha morrido há exatos quatro anos:


CASAL DA SEMANA

Poderia ser a gente mas você não ajuda:

Poderia ser a gente, mas você não é o Kristaps Porzingis finalizando uma ponte aérea:


RECORDES DA SEMANA

O LA Lakers perdeu a Batalha de Los Angeles para o LA Clippers na estreia da temporada, mas saiu de quadra com um novo recordista, o jogador que estreou com mais pontos pelo Lakers na HISTÓRIA da franquia. Não estamos falando de Anthony Davis, mas de Danny Green, que marcou 28 pontos e superou as estreias de Kareem Abdul-Jabbar (27) e LeBron James (26):

A título de curiosidade fui atrás de outras estreias de jogadores famosos pelo Lakers. Dwight Howard estreou em 2012 com 19 pontos; Pau Gasol fez 24 pontos em sua estreia em 2008; Shaquille O’Neal marcou 23 em 1996 e Kobe Bryant estreou ainda adolescente com ZERO no mesmo ano.

A estreia especificamente de Anthony Davis teve um recorde esquisito: suas 17 jogadas de post-up, aqueles lances de costas para a cesta, foram um recorde de toda sua carreira:

Em Houston, na estreia do Rockets contra o Milwaukee Bucks, dois dos times que mais chutam de 3 pontos na NBA não decepcionaram: foram NOVENTA E QUATRO bolas disparadas de longa distância! Isso dá um arremesso de longe a cada 30,6 segundos. E quer mais insanidade? O jogo teve 189 arremessos no total, então METADE dos chutes do jogo foram de 3 pontos.

Mais do que só a vontade de atirar a bola de muito longe, o Houston Rockets mostrou nessa partida uma vontade de voltar a ser veloz. O time que já foi um dos mais rápidos da NBA adotou um estilo de jogo mais lento nos últimos anos e agora tenta voltar ao topo com Russell Westbrook. Na estreia as posses de bola do time duraram, em média, 12 segundos. É mais rápido que o time mais rápido da temporada passada, o OKC Thunder do próprio Westbrook, que tinha 13 segundos de marca:

Famoso pelo seu estilo que pregava posses de bola de “sete segundos ou menos” no Phoenix Suns dos anos 2000, o técnico Mike D’Antoni agora quer ainda mais velocidade: “Six seconds or less, baby”, disse em entrevista.

Por entrar em quadra em 2019-20, Vince Carter se tornou o PRIMEIRO JOGADOR DA HISTÓRIA a atuar por 22 temporadas diferentes da NBA. E o vovô quase mandou a bola da vitória do Atlanta Hawks sobre o Philadelphia 76ers nesta segunda…

Ainda no Hawks, Trae Young se tornou o primeiro jogador da NBA a começar uma temporada com ao menos 38 pontos, 9 assistências e 7 rebotes em seus dois primeiros jogos. Foi o bastante para ganhar aplausos do amigo, rival e parceiro de troca Luka Doncic:


SUSTO DA SEMANA

Os incêndios da Califórnia são tão famosos quanto preocupantes, e LeBron James viveu agora o lado ruim de morar em Los Angeles. No meio da noite ele precisou sair de casa e rodar pela cidade para encontrar um lugar para a família ficar:


 

ASTRONOMIA DA SEMANA

Este último domingo foi especial para os esportes americanos: foi apenas a 21ª vez na HISTÓRIA que tivemos jogos de NBA, NFL, MLB e NHL acontecendo no MESMO DIA! Lá eles chamam esse raro dia de Equinócio do Esporte. Algo raro já que algumas ligas  se coincidem por pouco tempo no ano e nem todos os esportes tem partidas todos os dias como a NBA.


 

FOFOCA DA SEMANA

Descobri apenas nessa semana um submundo da NBA que talvez já seja conhecido pelos torcedores do Utah Jazz e do Boston Celtics há muito mais tempo: o culto de ÓDIO a Robyn Hayward, a esposa de Gordon Hayward. Primeiro vi a repercussão de uma frase de Hayward, que disse que TOMAVA BRONCA da mulher quando tirava sonecas ao longo do dia:

Fuçando mais descobri vídeos como esse aqui e outras histórias que dizem que Robyn não dá bronca em Gordon só pelas sonecas, mas especialmente pelo tempo que ele gasta jogando videogame. Depois vi que a própria Robyn postou no Instagram um vídeo em que se defende como ótima esposa. Ela diz que não está sempre pedindo para ele sair do videogame e que a prova disso é que ela encheu a sala de jogos do marido com comidinhas e uma pequena geladeira:

E ontem mesmo ela postou um RESMUNGO sobre um dia longo, semana longa, compromissos, bebê doente e contas, e finalizou dizendo que “a temporada de basquete definitivamente voltou”. Ela odeia a profissão do ESPOSO, coitado:


COMÉDIA PASTELÃO DA SEMANA

E aí Donovan Mitchell, como foi sua primeira semana no trabalho?


 

JOGADA BOLA PRESA DA SEMANA

O que a gente faz quando a Jogada Bola Presa da Semana já é a favorita para Jogada Bola Presa DO ANO? A sequência de James Harden jogando a bola no chão, ela voltando na cara dele e a reação inconformada de Josh Hart é algo que nem o melhor diretor de cinema conseguiria reproduzir:

Perguntado se a bolada no queixo (risos) doeu, Harden disse que a barba amorteceu o impacto:

Tem Jogada Bola Presa que dá certo também, tipo esse SNAP de futebol americano do Joel Embiid para o Ben Simmons:

E no mesmo jogo tivemos Trae Young errando um lance-livre decisivo mas depois apontando para a cabeça para tentar nos convencer de que tinha sido de propósito. Aham…


 

PIADA PRONTA DA SEMANA

O pivô Tacko Fall enfrentou o protocolo de concussão nesta semana: o jogador de 2,26m BATEU A CABEÇA NO TETO do centro de treinamento do Boston Celtics. Claro.


CRISE INFINITA

A primeira semana da temporada da NBA foi marcada por protestos pró-Hong Kong nas arquibancadas da liga. Enquanto times e jogadores só querem fugir do assunto impossível de ser vencido, a torcida aparece para se posicionar contra o governo chinês. Teve protesto no jogo do Houston Rockets de Daryl Morey

…teve esse discreto apoio no Staples Center no jogo entre Clippers e Lakers

…e ainda um simpático garoto que LUDIBRIOU E CONFUNDIU o câmera que achou que só ia mostrar mais um garotinho dançando as coreografias do Fortnite:


 

SEMANA DE MODA DA NBA

Chris Paul apareceu para seu primeiro jogo de volta em Houston desde a troca para o OKC Thunder com um terno curiosamente VERDE demais. Como mostra o Pérolas da NBA, ele não foi o primeiro jogador a imitar o trágico Véio da Havan:

No mesmo jogo, Russell Westbrook foi enfrentar seu ex-time como se estivesse fantasiado para um festival de música onde ele não conhece nenhuma banda mas quer tirar fotos legais para o Instagram:

Outra escolha ousada foi a da namorada de Luka Doncic, que usou um cinto com as estatísticas do primeiro ano do parceiro na NBA:

Em Toronto, o Raptors fez sua NOITE RETRÔ com direito a uniforme e quadra no estilo anos 1990, com o dinossauro no peito dos jogadores e no centro da quadra:

E na torcida do OKC Thunder já vimos um torcedor celebrando a grande aquisição do time na última offseason, as Draft Picks:

Mas nem tudo são flores e glamour no mundo fashion da NBA. Nesta offseason a NBA e a Nike decidiram BANIR da liga aquela faixinha ninja que tanto virou moda na temporada passada, especialmente no Philadelphia 76ers de Joel Embiid, Jimmy Butler e Mike Scott. A faixa até acabou sendo adotada por Neymar, parça de Butler, nos seus jogos pelo PSG. Dizem que a NBA considerou que a faixa “não tem uma aparência profissional”, o que é irônico já que na mesma semana da decisão o tenista Rafael Nadal ganhava seu 20º Grand Slam lá  mesmo em Nova York usando sua já clássica faixa na testa:

E devo dizer que Montrezl Harrell perdeu alguns pontos de ESTILO ao ficar sem sua faixa. Agora parece que ele tem um machucado na cabeça:

Harrell

 


MASCOTES POWER RANKING

O GERENTE ESTÁ MALUCO! Primeira semana com o dobro de prêmios! Apenas nesta semana! Aproveite! Não compre carro hoje! São dois vencedores de 10 pontos e dois vencedores de 5 pontos no nosso concurso anual de pelúcias. Os primeiros 10 pontos da semana vão para o clássico Benny The Bull, que FICOU AZUL para poder participar de uma apresentação do Blue Man Group na abertura da temporada do Chicago Bulls:

Quem também recebe 10 pontos é Rocky, o mascote do Denver Nuggets que subiu na escada mais alta do mundo só para levantar o menor sinal de “façam barulho” do mundo:

O primeiro dos DOIS PACOTES de 5 pontos da semana vai para o Blaze, mascote do Portland Trail Blazers que resolveu refazer, melhorar e SALVAR aquele perturbador trailer do filme Cats:

Depois para Clutch, o mascote do Houston Rockets que resolveu se inspirar no ensaio de Chris Paul para a Sports Illustrated. Já viram um mascote NU E SENSUAL? Agora é a hora:

RANKING
Benny e Rocky – 10
Clutch e Blaze – 5

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!