🔒Filtro Bola Presa #90

Mais uma semana de recordes, mascotes, grandes histórias, pequenas histórias e muito mais no Filtro Bola Presa. Nesta semana temos o San Antonio Spurs fugindo da história, briga de pai e filho, o retorno do jogador mais bonzinho da NBA, o golpista do Sacramento Kings e James Harden e Luka Doncic sendo incríveis de novo. Tem DR envolvendo mascote também, claro!


QUASE HISTÓRIA DA SEMANA

Na derrota do San Antonio Spurs para o Portland Trail Blazers, o técnico Gregg Popovich foi expulso de quadra no meio do terceiro período. ATÉ AÍ TUDO BEM, porééém… quem assume o time até o fim do jogo? Até a temporada passada quem comandava o Spurs em casos assim era o veterano Ettore Messina, mas o italiano decidiu voltar para a Europa nesta temporada. O trio de assistentes mais próximos a Pop no jogo eram Tim Duncan, no seu primeiro ano na função, Will Hardy, que tem quatro temporadas de assistente, e Becky Hammon, que já soma SEIS TEMPORADAS de time. Foi o bastante para vários perceberem que, de repente, estávamos vendo a história: a primeira mulher a comandar um time da NBA!

Geralmente é fácil perceber qual assistente assume o comando. É só ver quem fica de pé na beira da quadra gritando com o time e com os árbitros, mas no caso do Spurs todos os três ficaram SENTADOS. Na hora do pedido de tempo o trio conversava entre si e depois ia em grupo falar com os jogadores. Pessoas que estavam próximas ao banco de reservas falaram que Popovich apenas gritou “SE VIREM” quando deixou a quadra.

Depois do jogo, ainda irritado, Popovich disse que era Tim Duncan que estava no comando. E afirmou que “não estou aqui para fazer história” ao ser perguntado sobre a chance de Hammon se tornar a primeira mulher a treinar um time da NBA.

O San Antonio Spurs é ao mesmo tempo um time muito inclusivo, justo e que não costuma tomar decisões sem pensar muito antes. Ninguém ainda desvendou o motivo que levou Popovich a não dar esse destaque para Becky Hammon, mas há especulações. O repórter Frank Isola conversou com ex-assistentes de Popovich e eles deram suas teorias: um disse que eles queriam evitar o excesso de holofotes sobre ela em um momento de maus resultados; outro diz que ela irá comandar o time na próxima ocasião para tirar logo isso da frente. Veremos.


DESASTRE DA SEMANA

Ontem saiu post aqui no blog sobre a eterna crise do New York Knicks. O drama é novo, mas a causa é sempre a mesma: James Dolan. E o dono mais desastroso dos esportes tem números para provar o quanto é um fracasso. A lista abaixo mostra o aproveitamento de todos os times da NBA neste século, lembrando que Dolan assumiu o comando do time para valer em 1999, ano da última final disputada pela franquia:

Knicks

O Knicks é simplesmente O PIOR time do século! O aproveitamento beira os 40% e nem os bons poucos anos de Carmelo Anthony e companhia foram o bastante para ultrapassar outros fracassos retumbantes como o Washington Wizards, o Charlotte Hornets/Bobcats e o Minnesota Timberwolves. Por isso mesmo que Kristaps Porzingis fez bem em ir embora, mesmo que no seu primeiro jogo no Madison Square Garden ele tenha se esquecido disso e quase foi em direção ao vestiário errado…


GRANDE FAMÍLIA DA SEMANA

Um dos grandes momentos desta jovem temporada aconteceu no sempre quente confronto entre Houston Rockets e LA Clippers. No fim da partida, quando o técnico Doc Rivers dava seu já tradicional showzinho de reclamação contra os juízes, SEU PRÓPRIO FILHO fez uma longa e entusiasmada campanha por uma falta técnica. Deu certo:

Depois do jogo Austin Rivers foi no Twitter dizer que “o Dia de Ação de Graças vai ser esquisito” e postou no Instagram uma foto dizendo que ama o pai. Doc comentou se divertindo com a situação. É só amor:

Foi nesse mesmo jogo que vimos uma relação bem amistosa entre adversário, dessa vez James Harden e Kawhi Leonard. O Barba meteu um arremesso de três na cara de um dos melhores defensores da história da NBA e ainda mandou um TAPINHA NA BUNDA do rival antes da bola cair na cesta, é Troféu Romário de Marra. Feito mais incrível que o arremesso foi ter feito Kawhi sorrir!

Ainda na mesma partida vimos Harden enfrentar Patrick Beverley daquele jeito violento e doentio que só o mais maníaco dos jogadores da NBA pode nos oferecer. Depois de muita provocação e um excesso de faltas que deixou o armador do LA Clippers boa parte do jogo no banco, Russell Westbrook, que odeia Beverley desde aquela lesão nos Playoffs de 2013, deu entrevista dizendo que o rival não é tão bom defensor como dizem por aí, “ele só corre pela quadra sem fazer nada”.

Especialista tanto em defesa quanto em provocação, o agora ex-jogador Tony Allen deu seu pitaco sobre o caso. Segundo ele, Westbrook tem e não tem razão sobre Beverley: “Pat é um cão na defesa, mas qualquer um pode ser arrasado na defesa em qualquer dia nesta liga. O problema é que o estilo de Pat pode motivar um grande jogador e fazer eles jogarem ainda melhor às vezes, é preciso encontrar equilíbrio”.

Seu exemplo é hilário: “Uma vez fiquei do banco gritando contra o Kemba Walker, só para motivar Mike Conley. Cara, Kemba fez 18 pontos seguidos. Acabou com 50. Nunca mais fiz isso!”.


RETORNO DA SEMANA

Depois de tantas trocas de time na offseason, parece que todo dia tem um jogador diferente jogando contra seu ex-time pela primeira vez. Semana passada foi Kemba Walker em Charlotte, semana que vem teremos Anthony Davis em New Orleans, nos últimos dias tivemos Mike Conley visitando sua adorada Memphis:

De todas as lembranças e homenagens, a mais divertida foi a da ESPN que falou sobre a busca do armador para manter seu recorde mais valioso, o de jogador com mais partidas sem receber uma falta técnica. Conley NUNCA sofreu uma falta técnica em seus mais de 800 jogos (na época da matéria 799) como jogador da NBA, superando os 797 de Andrei Kirilenko:

Captura de Tela 2019-11-20 às 12.43.09 PM

E mais: Mike Conley nunca recebeu uma falta técnica nem nos tempos de basquete colegial, AAU ou universitário. E ele se orgulha disso: “Não quero uma técnica. Nunca pensei nisso até a estatística sair, mas agora não posso tomar uma. Não posso passar todo esse tempo e virar outra pessoa”. Mas que ele não leia o resto da matéria para ver todos os PLANOS SECRETOS de Donovan Mitchell e Joe Ingles, que já cogitam xingar um juiz pelas costas e acusar Conley do crime.

Para ser mais preciso, Conley recebeu sim uma falta técnica, foi em um jogo contra o Sacramento Kings em 2014, mas ela foi rescindida pela NBA no dia seguinte após análise do lance. Na matéria tem o vídeo do dia do quase =)


LEI DO EX DA SEMANA

Não foi bem um retorno, afinal o jogo foi em Los Angeles, mas Paul George foi DEVASTADOR no primeiro jogo que fez contra o OKC Thunder. Foram 18 pontos em 29 minutos e a bola de 3 pontos que matou o jogo nos últimos segundos. Foi a QUARTA VEZ desde o início do ano passado que George acertou uma bola de 3 pontos que colocou seu time na frente nos últimos 30 segundos de uma partida. Nenhum outro jogador da NBA conseguiu mais que DOIS neste período…


DICAS DE LEITURA


ÍDOLO DA SEMANA

Depois de incríveis QUARENTA E QUATRO ANOS, o grande Bill Russell finalmente aceitou seu anel de membro do Hall da Fama do Basquete. Ele recebeu a joia em uma cerimônia discreta e privada com a mulher e alguns amigos mais próximos, além dos ex-jogadores Alonzo Mourning e Bill Walton.

Em 1975, quando foi indicado, Bill Russell disse que se recusava a ser o primeiro negro a entrar no Hall da Fama. Segundo ele a honra deveria ser de Chuck Cooper, primeiro negro draftado na história da NBA, em 1950. Demorou mas foi: apenas neste ano de 2019 o Hall da Fama colocou Cooper na lista de contemplados e por isso Russell topou receber a honraria.


ABERRAÇÃO DA SEMANA

Não que seja surpresa, mas James Harden é uma ANOMALIA ambulante na NBA. Ele é o jogador que mais arremessa de 3 pontos na liga e já sabíamos que isso ia acontecer, mas fica mais impressionante quando vemos um gráfico mostrando o quanto mais ele arremessou que os outros após apenas cerca de 15% da temporada:

Ele também está com média de TRINTA E NOVE pontos por jogo! Apenas Wilt Chamberlain, o incomparável, já havia conseguido sustentar uma média de pontos tão alta ao longo dos primeiros 13 jogos de uma temporada. Surreal.


TROMBADAS DA SEMANA

Não foi uma semana fácil para as nada baratas primeiras fileiras dos ginásios da NBA. Na partida entre Philadelphia 76ers e Orlando Magic, uma bola teve que ser aposentada para sempre depois se ficar ENSOPADA com sabe-se lá o que:

Já a partida entre Memphis Grizzlies e Utah Jazz foi um copo de vinho que interrompeu a partida: falta de defesa ou de ataque? Eu achei que nenhum dos dois tinha posição definida na hora do contato.

Pelo menos Dewayne Dedmon teve uma interação mais amigável com a torcida do Los Angeles Lakers e faturou umas batatinhas sem atrapalhar o andamento do espetáculo:

Ainda no Staples Center, o jogo entre LA Lakers e OKC Thunder teve que ser interrompido DUAS VEZES em menos de um minuto porque duas pessoas em diferentes lados da quadra DERRUBARAM SUAS PIPOCAS. Na primeira vez LeBron James e Kentavious Caldwell-Pope até se deram ao trabalho de ajudar a limpar…


JOGADA BOLA PRESA DA SEMANA

E não é que Kentavious Caldwell-Pope seja o pior jogador do mundo. Não é que ele, de tempos em tempos, não seja de extrema ajuda ao Los Angeles Lakers. Mas é que ele é o cara que volta e meia faz isso aqui também:


FOTOS DA SEMANA

Depois da derrota do seu Golden State Warriors para o Los Angeles Lakers, D’Angelo Russell partiu para o Instagram para tentar ganhar ao menos na guerra virtual da informação. Aqui uma foto de sua CRAVADA NA CARA DE LEBRON JAMES, certo?

Captura de Tela 2019-11-19 às 7.45.52 PM

Ele até mandou um “o que parece?” na legenda e o próprio LeBron respondeu: “Melhor enterrar logo isso antes que ele chegue para bloquear”. E isso aqui é o que aconteceu em tempo real, bem menos dramático que o PÔSTER publicado pelo armador:

O Lakers teve sua foto da semana também. A imagem do banco do time mostra toda a improbabilidade de uma ENTERRADA EM REBOTE de Danny Green:

Captura de Tela 2019-11-20 às 2.29.59 PM

O lance foi tão incrível que Danny Green, a exemplo do que aconteceu com Alex Caruso após sua foto bombado na offseason, disse que recebeu um exame antidoping no dia seguinte:

Hora agora de testar também esse garotinho que apareceu no intervalo do jogo para tentar uma vaga no Camp Lakers para crianças e provou que não precisa de camp nenhum, precisa de um CONTRATO! Destaque para DeMarcus Cousins e JaValle McGee se impressionando aos poucos e nem dando atenção para o técnico Frank Vogel.

Para finalzar o BLOCO-LAKERS-CLUBISTA, um pouco de LeBron James se defendendo para os ÁRBITROS das acusações de não jogou muita defesa nos últimos anos…


CELEBRAÇÃO DA SEMANA

O novato Ja Morant botou a bola debaixo do braço e resolveu o jogo para o Memphis Grizzlies no último segundo com mais uma de suas incríveis e criativas infiltrações. O jogo foi em Charlotte e mesmo assim um torcedor saiu CORRENDO celebrando a cesta e a vitória. Era o PAI de Ja Morant…

E o meme do EURO STEP finalmente saiu do TikTok e chegou na NBA. Aqui com o Minnesota Timberwolves, time com uma quantidade suficiente de pessoas com idade para conhecer essas modas, claro:


NÚMEROS DA SEMANA

Vencedor do prêmio de Jogador que Mais Evoluiu na última temporada, Pascal Siakam está provando que a gente ainda não viu nada. Números separados pelo John Hollinger, do The Athletic, mostram que ele pode sim se tornar o primeiro BI-CAMPEÃO da categoria. Em quase todos os quesitos medidos ele melhorou mais agora em relação ao ano passado do que entre a temporada passada e a anterior. Não, isso não é normal.

Siakam

Temporadas atrás já batemos na tecla de como o SALDO DE PONTOS pode dizer mais sobre um time que a mera quantidade de vitórias e derrotas. Veja o Charlotte Hornets dessa temporada como um excelente exemplo: as SEIS VITÓRIAS do time somam um saldo positivo de 20 pontos, as OITO DERROTAS somam um saldo negativo de 128 pontos! É surra ou vitória apertada. Só nessa semana foram vitórias com arremessos nos segundos finais contra Detroit Pistons e NY Knicks

Depois de uma temporada de novato recheada de lesões, Moe Wagner foi trocado do LA Lakers para o Washington Wizards e lá está se descobrindo na NBA. Contra o Houston Rockets, o alemão teve um impressionante e raro jogo de 30 pontos e 15 rebotes. Em um daqueles recordes bem específicos que AMAMOS, Wagner se tornou o primeiro jogador desde 1970-71 a começar um jogo no banco e ter um 30-15 com ao menos 85% de aproveitamento nos arremessos.

Um recorde bem mais relevante é o de Luka Doncic, que ao fazer 42 pontos, 11 rebotes e 12 assistências contra o San Antonio Spurs se tornou o segundo jogador mais jovem a ter um triple-double com 40 pontos, ficando atrás apenas de LeBron James em 2005:

Outro número legal de Doncic que o Tom Haberstroh caçou: só TRÊS jogadores tem aproveitamento melhor que o esloveno em arremessos dentro do garrafão, são eles Giannis Antetokounmpo, Clint Capela e Montrezl Harrell. Ou seja, na frente do menino Luka só caras que são máquinas de enterradas.

Para não ficar atrás do sucessor, LeBron James conseguiu um triple-double contra o OKC Thunder nesta terça-feira e se tornou o primeiro jogador da história da NBA a conseguir triple-doubles contra TODOS OS TIMES da liga. Você deve lembrar de uma estatística parecida de Russell Westbrook na temporada passada, mas há um detalhe aqui: Westbrook nunca fez um triple-double contra o Thunder! Ele jogou lá a vida inteira e só agora que mudou para o Houston Rockets que terá a chance de realmente fechar a conta com 30 rivais.

Uma marca estranha agora: Kemba Walker, em seu NONO ano na NBA, disse na última quinta-feira que estava feliz que finalmente teria um jogo transmitido por Mark Jackson, seu comentarista de TV favorito. Foram NOVE ANOS de carreira e o pobre Charlotte Hornets de Kemba Walker esteve tão poucas vezes em transmissões de rede nacional na TV que nunca calhou de ter Mark Jackson escalado para os comentários. Ele precisou mudar de time para isso acontecer!

E falando ainda sobre TV: o time COLEGIAL de Bronny James e Zaire Wade, filhos de LeBron e Dwyane, terá quinze jogos transmitidos pela ESPN nesta temporada. Isaiah Thomas, agora no Washington Wizards, riu da situação: “Eles receberam mais que a gente…”


NBA FASHION WEEK

Todos por favor parem, analisem e APLAUDAM o look de Montrezl Harrell. Conjuntinho dos RUGRATS (“Os Anjinhos” aqui no Brasil), maria-chiquinha no cabelo, tênis de jogo na mão e o filho do lado para adicionar fofura:


LESÕES DA SEMANA

Nos EUA estão divulgando uns números dizendo que a audiência dos jogos da NBA nesta temporada está em queda. É verdade e a liga certamente está atenta, mas temos que considerar o AZAR: são muitas partidas de Golden State Warriors e do New Orleans Pelicans que perderam totalmente o apelo pela quantidade de lesões nas duas franquias. Steph Curry tem um apelo, Eric Paschall tem outro. Assistir Zion Williamson é uma coisa, parar na sexta à noite pra ver Jrue Holiday é outra.

Nesta última semana os dois times se enfrentaram e a lista de machucados dos dois times é quase cômica. E clica na foto que a lista cresce!


FAKE NEWS DA SEMANA

O Boston Celtics quase chegou a 11 vitórias seguidas nesta temporada, mas parou no Sacramento Kings. O arremesso de Marcus Smart rodou no aro, mas caiu fora e a sequência acabou. Só que isso não impediu o ESTAGIÁRIO do jornal Boston Globe a apertar o botão errado no Twitter. Claro que a conta do Kings não perdoou…


MASCOTES POWER RANKING

Os 10 pontos dessa semana vão ser DIVIDIDOS, afinal o trabalho foi em equipe. Bango e Benny fizeram praticamente um RITUAL para lidar com a mudança de Robin Lopez do Chicago Bulls para o Milwaukee Bucks. Primeiro Bango tirou uma selfie com o novo parça só para causar ciúme em Benny…

Depois Benny resolveu que era hora de terminar tudo e fazer aquela coisa sempre chata de devolver para o ex as coisas que ficaram em casa. “A maior parte era de produtos para o cabelo”, disse a legenda da foto:

Também vão receber cinco pontos o Coyote, do San Antonio Spurs, pela sua ótima e também TERRÍVEL ideia de ter seu próprio serviço de streaming:

E o Boomer, o Indiana Pacers, que poderia ter MORRIDO nessa enterrada desastrosa mas conseguiu só dar uma pirueta e seguir o show como se nada tivesse acontecido:

RANKING
Benny – 25
Coyote – 20
Rocky – 10
Clutch, Raptor, Bango, Boomer e Blaze – 5

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!