🔒Filtro Bola Presa #36

O tempo passa, o tempo voa e quem ainda lembra da Poupança Bamerindus certamente passa o dia reclamando que o jogo de hoje é muito cheio de frescuras, panelinhas e que bom mesmo é o Michael Jordan. A verdade é que bom mesmo era o Bob Pettit! Por sorte a gente não fala do passado distante, apenas do que aconteceu de pouco ou mais ou menos importante nos últimos sete dias. Bora lá?!

A votação para o All-Star Game acabou nesta semana e os titulares dos times do Leste e do Oeste serão divulgados nesta quinta-feira, antes da rodada da noite na TNT americana. Será que vamos ter Zaza Pachulia mesmo? Será que Joel Embiid conseguiu os últimos votos que precisava? Será que dançar com cheerleaders rende alguma coisa? Claro que sim!

O pivô também aproveitou para votar em si mesmo (e aproveitar os retweets) ao postar sua foto quase ENFORCANDO o TJ McConnell após o armador ter feito a cesta da vitória contra o NY Knicks:

No texto ele diz que aprendeu o agressivo movimento com o Triple H, consagrado lutador da WWE, a luta livre dos Estados Unidos. O cara gostou e respondeu dizendo que “para jogar é preciso passar pelo Processo”

O Bromance intermodalidades teve ainda outro capítulo, com o jogador do Sixers CUSPINDO ÁGUA PRO ALTO ao ser anunciado no começo da partida, imitando a entrada triunfal consagrada pelo Triple H em suas lutas. Comparem:

Tudo muito divertido e engraçado, né? Não para Hassan Whiteside. O pivô do Miami Heat, provavelmente se achando o melhor do mundo na posição e  injustiçado por não estar perto do All-Star Game, resolveu jogar a merda no ventilador. Ele criticou o sistema de votação e os jogadores que “só fazem piada para ganhar votos”. A resposta do grã-palhaço da liga foi sutil, ele votou em Whiteside:

No Oeste a questão não é se Russell Westbrook ameaça Steph Curry, mas se ZAZA PACHULIA vai ter votos o bastante pelo POVO para superar os que não vai receber dos outros jogadores e da imprensa. Para ajudar o georgiano, um cara fez um vídeo de melhores momentos para convencer os indecisos. Eu já fui seduzido!


Temos falado menos do San Antonio Spurs nesta temporada porque eles não têm mais o Boban Marjanovic para nos render cenas impressionantes de um ser humano incrível, mas achamos duas boas histórias onde eles estão envolvidos. A primeira envolve a aposentadoria do Matt Bonner, aquela que rendeu o grande vídeo que postamos semana passada. O Manu Ginóbili resolveu fazer uma cerimônia para aposentar a camisa 15 do Red Rocket. A camisa de FLANELA 15 dele, que fique claro:

A segunda história aconteceu lá no AT&T Center, em San Antonio, durante o aquecimento do Los Angeles Lakers horas antes da partida entre os dois times. Enquanto D’Angelo Russell e Julius Randle davam uns arremessos, um MORCEGO entrou no ginásio e deixou o jovem armador do Lakers levemente apavorado. Ele aproveitou para filmar e se questionar: onde está Manu Ginóbili quando precisamos dele?

Por mais bizarro que isso pareça, não é a primeira vez que morcegos invadem o ginásio do Spurs. E uma vez isso aconteceu durante um jogo, obrigando os juízes a pararem a partida. Sem paciência para a frescura alheia, Ginóbili CAPTUROU UM MORCEGO COM AS MÃOS. NO MEIO DE UM JOGO. Se esse não foi um dos grandes momentos da história da NBA, não o que mais pode ser. Parabéns a Russell pela excelente referência!


Falando ainda em jovens jogadores dando valor aos grandes do passado (mesmo que Ginóbili ainda seja presente!), tivemos nesta semana um papo entre Allen Iverson e Kristaps Porzingis, com o The Answer dando uma força e incentivando o melhor letão do mundo a seguir sendo maravilhoso:


Esta foi a semana com mais passes DE CABEÇA que eu me recordo no passado recente. Não preciso dizer que nenhum deles foi proposital. O primeiro foi de Tyler Johnson, que parece que foi TROLLADO pelo seu companheiro James Johnson enquanto amarrava o tênis:

Depois tivemos Robin Lopez, que claramente não está acostumado com pessoas passando a bola pra ele. Infelizmente os responsáveis não deram a assistência para o pivô.


Lembram do caso da briga do DeMarcus Cousins com o colunista do Sacramento Bee que mencionou o seu irmão num texto sobre o pivô do Kings? O jogador foi peitar o jornalista, o ameaçou, gritou e foi multado. Na última semana, numa entrevista no vestiário da equipe, perguntaram para Cousins se ele queria ficar no Kings após esta temporada. Ele respondeu, do jeito menos convincente do mundo, que ama Sacramento. Depois resolveu inverter o jogo, pegou o microfone e começou a entrevistar os repórteres: “E vocês, vocês querem que eu fique aqui?”.

Quando a pergunta chegou a Andy Furillo ele foi sincero: “Não”


Um dos jogadores que mais bombaram nos últimos tempos foi Isaiah Thomas. O baixinho do Boston Celtics está decidindo jogos, quebrando recordes e fazendo lances que eu não via um baixinho fazer com tanta regularidade desde Iverson. Sabiam que ele lidera a NBA em pontos no último quarto?!

E não é só número, esse é o nível dos lances que o cara está levando pra quadra todo dia:

Mas nem tudo são elogios. Após um apertado Celtics e Hawks, o armador Dennis Schröder disse que Isaiah passou dos limites do trash talk e chegou a ofender diretamente a sua mãe durante o jogo. O jogador do Celtics respondeu dizendo que não daria bola para o alemão “porque ele nem está no nível que eu quero estar”, e ainda o chamou de mentiroso.

Quando o Grande Irmão vai finalmente tomar conta do mundo para que tenhamos microfones em todos os jogadores o tempo todo?! Dane-se a liberdade individual, quero ser entretido por PICUINHAS! No último duelo entre Warriors e Cavs tivemos bastante gente microfonada e foi legal ver alguns detalhes, como Draymond Green ditando os matchups na defesa, discutindo a bandeja que tomou de Kyrie Irving e ver Steve Kerr celebrando como uma criança quando descobre que um arremesso de 2 pontos foi revisto e passou a valer 3:


A semana foi marcada por jogos internacionais, com duas partidas na Cidade do México e uma em Londres. A partida na Europa, entre Nuggets e Pacers, foi uma SURRA do Nuggets! Kenneth Faried resolveu então dizer que a grande atuação do seu time tinha sido por causa da… TORCIDA INGLESA!

Ele disse coisas como:

“Não jogava numa atmosfera assim desde a Copa do Mundo pela seleção”

“Em casa não temos uma multidão como essa. Não temos fãs assim, que enchem o ginásio todos os dias como em Golden State ou Memphis. Quando se tem gente assim os resultados melhoram, porque você se alimenta da energia deles”

“Nós somos um bom time e merecemos que as pessoas venham ver nossos jogos quando estamos em casa”

Se fosse em um time de futebol no Brasil esse cara não poderia mais entrar no CT depois de falar mal assim da própria torcida. Ia ter que pedir desculpa de cabeça baixa na coletiva e vestir a camisa da organizada.

Ainda no Denver Nuggets, vale a pena ver esse vídeo do BBall Breakdown sobre Nikola Jokic ser o melhor pivô passador de toda a NBA. SPOILER: ele é mesmo!

Outro material muito bom sobre tática nesta semana também fala de Jokic, mas também aborda Karl-Anthony Towns e Joel Embiid. Os três grandalhões têm uma coisa em comum: seus técnicos desenham jogadas de armadores para eles! Como eles explicam por lá, o Embiid tem recebido a bola no famoso “Iverson Cut”, a jogada que o Sixers fazia há 15 anos para dar um arremesso para seu então MVP:

Tem também Karl-Anthony Towns correndo por bloqueios e mais bloqueios como se fosse JJ Redick:

E Jokic puxando contra-ataques à la Russell Westbrook:

E legal ver que ter um passador com Jokic é contagiante para todo o time. Gary Harris disse que o pivô passa tão bem que, quando ele recebe a bola, todo mundo começa a se mexer porque sabe que se ficar livre a bola chega. Isso que é fazer os companheiros melhorarem!


ESTATÍSTICA BIZARRA DA SEMANA

O nosso Memphão da Massa é muito dependente de um jogador, sabiam? Mas não é Marc Gasol, nem Zach Randolph e nem Mike Conley. Pelos números, as coisas só funcionam quando TROY DANIELS entra em quadra!  O saldo de Janeiro é de +70 com ele em quadra e -78 quando senta no banco. Ele é o melhor arremessador do time, mas CALMA LÁ né!


BOA JOGADA QUE NÃO VALEU NADA DA SEMANA

O senhor Kyle Korver precisa ficar mais espero agora que joga ao lado de um dos melhores passadores da história. Não é porque o cara tá rolando no chão que não vai vir um passe rápido e na altura perfeita para o arremesso. Não hesite de novo, por favor.

Na semana passada mostramos DeAndre Jordan ser ENGOLIDO nos aquecimentos pré-jogo do LA Clippers pelos seus companheiros Alan Anderson e Raymond Felton. Parece que esse é um ritual do time. Agora tivemos Chris Paul e Austin Rivers fazendo o pivô de bobo. O filho do técnico, aliás, acertou um ARREMESSO DE TRÊS COM A MÃO ESQUERDA sobre Jordan! Cadê seu orgulho, cara?!


CANDIDATO A JOGADA BOLA PRESA DO ANO 

Wilson Chandler conseguindo fazer aquela jogada que você achava que só você conseguia naquelas peladas com todo mundo bêbado depois do churrasco. Faltou só estar jogando de chinelo…


VÍDEO NÃO RELACIONADO DA SEMANA

Isso é a coisa mais legal que eu vi este ano! Estes são os verdadeiros super-humanos:


MASCOTES POWER RANKING

A semana foi triste para o mundo dos mascotes. Enquanto muitos de nós lutam para que essa classe seja reconhecida e cresça dentro da sociedade, outros vão lá e criam o SULITO!

Sulito

Isso é inexplicável, imperdoável e o Chuí é a cabeça do pinto do mascote. E por que ele tem o olho do Toalhinha? E precisava manter a sigla dos Estados? E esse boné de vereador?!?! Um desserviço à classe que, como tudo, foi previsto pelos Simpsons:

Voltando para o lado bom dos mascotes, o vencedor dos 10 pontos da semana é Harry the Hawk, que levou a torcida (ou o que resta dela) de Altanta ao delírio com A MELHOR apresentação de dança que eu já vi ser feita por um ser de pelúcia!

A segunda premiação, de 5 pontos, também é para um número de dança. Aqui o virtuosismo não é tão impressionante, mas a soma de QUATRO MASCOTES dançando em sintonia é contagiante demais. Posso dar 5 pontinhos para cada um deles para premiar as horas de ensaio, a viagem para se encontrarem no aniversário do Bango e a CAMARADAGEM demonstrada ao dançar ao lado de um companheiro de Power Ranking? Claro que posso, sou o dono! Então 5 pontos para Pierre, Franklin, Stuff e Bango!

Classificação Geral

Coyote > 25
Benny > 20
Stuff > 20
Rumble > 15
Clutch > 15
Harry > 15
Raptor > 10
Moondog > 10
Grizz > 10
Hugo > 10
Gorilla > 10
Crunch > 10
Hooper > 5
Jazz Bear > 5
Pierre > 5
Franklin > 5
Bango > 5

Torcedor do Lakers e defensor de 87,4% das estatísticas.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como são os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conteúdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bolões + Vídeo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Você pode pagar com cartão de crédito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou depósito bancário. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conteúdo exclusivo.

DÚVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine já!