ūüĒíFiltro Bola Presa #53

Parecia que depois de uma semana cheia de tretas e confus√Ķes a NBA iria dar uma respirada, n√£o √© mesmo? Mas n√£o √© para respirar que voc√™¬†assina o Bola Presa, √© para ver toda a bagun√ßa, as provoca√ß√Ķes, as vingan√ßas, os socos errados que aconteceram nessa semana, al√©m de todas os textos, estat√≠sticas e demais del√≠cias que fazem a vida na NBA valer a pena. Vamos l√°?


Quem acompanha um time de perto sabe como ele muda seu estilo de jogo, mesmo que minimamente, de uma temporada para outra, mas é difícil perceber isso em todos os times da NBA. Então que tal um gráfico que mostra exatamente as mudanças nos tipos de jogadas de cada time da Liga?

Um dos casos mais legais de ver nesses gráficos é o Thunder. A melhora no ataque do time, mesmo com a chegada de Paul George e Carmelo Anthony, é muito pequena, apenas 0.7 pontos feitos a mais a cada 100 posses de bola, mas as jogadas de isolação tão características do time do ano passado caíram vertiginosamente. Enquanto isso, as jogadas que terminam com arremessos saídos de corta-luz subiram bastante Рeles são os líderes da NBA em pontos produzidos nesse tipo de jogada. O ataque pode não estar dando tão certo quanto se imaginava, mas eles estão ao menos recorrendo menos aos velhos hábitos.

√Č tamb√©m legal de ver que o Thunder quase n√£o usa¬†hand-offs, quando um jogador “solta” a bola para outro finalizar. Mas o gr√°fico nos mostra que o¬†Pistons¬†√© o extremo oposto, liderando a NBA com¬†12%¬†de suas jogadas vindas dessa forma –¬†j√° analisamos aqui no blog¬†como isso foi uma maneira do t√©cnico¬†Stan Van Gundy¬†incorporar¬†Andre Drummond¬†ao ataque da equipe, fora do garraf√£o. Ainda assim, a produ√ß√£o de pontos nesse tipo de jogada do Pistons √© abaixo da m√©dia NBA, ou seja, usar bastante a jogada n√£o quer dizer que esteja dando resultado.


Por falar em n√£o dar resultado, o¬†Magic¬†n√£o para de cair depois de um come√ßo promissor no primeiro m√™s de temporada. Agora j√° est√£o na √ļltima coloca√ß√£o da Confer√™ncia Leste.¬†Jonathan Isaac, o novato da equipe, decidiu ent√£o dar um serm√£o religioso numa igreja de Orlando sobre f√© e supera√ß√£o – e resolveu convidar todos os seus colegas de equipe. Resultado? Absolutamente ningu√©m apareceu. O serm√£o acabou sendo sobre n√£o ter medo de convidar seus colegas mesmo quando isso te coloca numa posi√ß√£o vergonhosa ou desagrad√°vel.


Outro que também não tem medo é Jaylen Brown, que depois da cesta e falta contra o Pelicans resolveu mostrar seu MUQUE para DeMarcus Cousins, que poderia tê-lo atropelado como um trem mas acabou apenas balançando a cabeça de indignação.


N√£o ter medo do Cousins √© uma coisa, mas quem consegue n√£o ter medo do “Slender Man“, a criatura alta, magra e bem vestida que aterrorizou a internet e jogos de videogame e agora ganhar√° um filme pr√≥prio? Tomem cuidado ent√£o com Los Angeles, j√° que¬†Kyle Kuzma¬†e¬†Lonzo Ball¬†est√£o convencidos de que o “Slender Man” √© na verdade seu companheiro de¬†Lakers,¬†Brandon Ingram:


Outro que assim como o Magic despencou depois do primeiro m√™s foi¬†Kristaps Porzingis. Segundo¬†essa an√°lise do FiveThirtyEight, os¬†30 pontos por jogo¬†nas primeiras¬†11 partidas¬†do Porzingis esconderam o fato de que ele d√° arremessos cada vez mais contestados muito similares aos que¬†Carmelo Anthony¬†tentava pelo Knicks. Porzingis √© nesse momento o jogador que mais d√° arremessos contestados na NBA e a maior parte deles √© de m√©dia dist√Ęncia, um arremesso que por si s√≥ j√° costuma ter baixo aproveitamento.

A hip√≥tese do texto √© que Porzingis √© oficialmente uma estrela na NBA e, como tal, as defesas focam inteiramente nele. Prova disso √© que ele j√° recebeu marca√ß√£o dupla no garraf√£o mais vezes nessa temporada do que nas duas temporadas anteriores SOMADAS. Dentre os dez jogadores que mais jogam de costas para a cesta – grupo ao qual Porzingis pertence – ele √© quem tem a menor m√©dia de assist√™ncias nessas situa√ß√Ķes. Vai ter que expandir muito seu repert√≥rio para sair dessa furada, al√©m de encontrar um t√©cnico que coloque ele em melhores condi√ß√Ķes de arremesso.


O¬†Milwaukee Bucks¬†acaba de demitir seu t√©cnico¬†Jason Kidd¬†justamente sob a acusa√ß√£o de n√£o colocar seus jogadores em situa√ß√Ķes em que possam ser melhor aproveitados. Mas nem tudo √© tristeza em Milwaukee, j√° que Jabari Parker finalmente est√° se aproximando de retornar √† NBA. O jogador pretende voltar ao Bucks em algum ponto de fevereiro e at√© l√° deve ficar na Liga de Desenvolvimento. Isso, claro, se ele n√£o for preso antes por usar CRIAN√áAS COMO CONES para treinamento! Se isso foi ideia de Jason Kidd, a√≠ sim a demiss√£o fica plenamente justificada.

Ficar tanto tempo longe das quadras deve ter sido difícil para Jabari Parker, mas só por um motivo: sua cama não é grande o bastante. Dion Waiters acaba de realizar uma cirurgia no tornozelo esquerdo e desfalcará o Heat pelo restante da temporada, mas ao menos ele ficará em sua cama que tem TRÊS METROS DE LARGURA!


Quem n√£o est√° jogando mas tamb√©m n√£o pode ficar em sua cama gigante pode pelo menos arrumar um jeito de ser √ļtil para seu time. A ESPN separou uma lista com os TIPOS DE RESERVAS que s√£o essenciais para garantir o “espet√°culo” no banco mesmo quando n√£o entram em quadra. Os tipos s√£o os seguintes:

– O “me segura que eu vou entrar”, que sempre parece que um dia vai escapar e ter que pagar uma multa.
– O “vou desmaiar”, que apaga quando v√™ qualquer jogada de efeito.
– O “n√£o consigo nem ver”, aquele que tapa os olhos quando tem qualquer coisa legal acontecendo na quadra.
– O “Abanador de toalha”, em duas vers√Ķes: o que abana um jogador e o que gira a toalha como se fosse um helic√≥ptero.
– O “Robert Sacre”, que basicamente √© um dan√ßarino aleat√≥rio essencial para qualquer banco que se considere digno.
– O “m√≠mico”, que imita o que aconteceu na quadra sempre de uma maneira rid√≠cula.
– O “gritador primata”, que adora uivar para a lua.
– O “corredor em c√≠rculos”, que parece um hamster desesperado.
– O “coelho”, que fica saltando sem parar.
– O “√≥culos”, o cara que sempre faz √≥culos com as m√£os porque tem vis√£o de vov√≥.

DICAS DE LEITURA:

– Imperdivel a¬†entrevista do F√°bio Balassiano com o¬†Leandrinho, abordando de tudo: sua rela√ß√£o com¬†Stephon Marbury, o convite para jogar na China, como √© voltar ao Brasil, o avan√ßo do NBB, as semelhan√ßas entre o¬†Warriors¬†campe√£o e o¬†Suns¬†de¬†Steve Nash, como foi ser campe√£o da NBA em¬†2015, ganhar o pr√™mio de Sexto Homem em¬†2007¬†e talvez o mais interessante de tudo, como Leandrinho acredita que o esfor√ßo do Warriors para bater o recorde de mais jogos ganhos numa temporada fez faltar f√īlego para vencer o t√≠tulo contra o¬†Cavs¬†em¬†2016. Acho que os gringos ainda n√£o leram essa entrevista, mas v√£o pirar quando descobrirem porque ningu√©m mais falou abertamente sobre essa derrota.

– Contratos expirantes tem cada vez menos valor porque os times tem mais espa√ßo salarial e os contratos duram menos anos, em m√©dia, de modo que poucos times aceitam trocar por esses contratos para abrir espa√ßo salarial futuro. Mas¬†segundo essa an√°lise aqui, isso vai mudar em breve gra√ßas ao dinheiro (mal) gasto em¬†2016¬†que fez jogadores demais terem sal√°rios incompat√≠veis com sua produ√ß√£o em quadra – e o teto salarial que finalmente parou de subir, claro. O texto traz uma lista com todos os contratos expirantes acima de 5 milh√Ķes nessa temporada e quais deles possuem realmente valor de troca, com as equipes que poderiam se interessar por eles.

– O¬†Hoopshype fez uma colet√Ęnea de jogadores¬†que recorrem continuamente √† acupuntura para tratar de les√Ķes, cansa√ßo e outros problemas. O engra√ßado √© que n√£o existe nenhum estudo acad√™mico que prove o benef√≠cio da acupuntura nesses casos, mas os m√©dicos das equipes da NBA concluem que a pr√°tica pode at√© n√£o fazer bem, mas mal tamb√©m n√£o faz. Ainda que os benef√≠cios sejam inteiramente psicol√≥gicos, os m√©dicos acabam liberando o uso da acupuntura e o texto mostra os efeitos disso em jogadores diversos, que v√£o de¬†Yao Ming¬†a¬†Draymond Green.

– Sensacional essa¬†“hist√≥ria ilustrada” do espa√ßamento na NBA. D√° pra ver com clareza, com fotos, como nos anos¬†60¬†o garraf√£o tinha uma “linha” de 5 defensores dentro do garraf√£o e como as regras de condu√ß√£o da bola dificultavam a vida dos armadores. Nos anos¬†70¬†vemos que come√ßa o espa√ßamento da quadra, mas os defensores ainda formam uma “barreira” de ao menos 4 jogadores entre os armadores e a cesta. Nos anos¬†80¬†surge a linha de 3 pontos, mas os times n√£o se adaptam e a maior parte da defesa ainda fica dentro ou pr√≥xima do garraf√£o. S√≥ nos anos¬†90¬†com o¬†Houston Rockets¬†o espa√ßamento come√ßa a ficar maior, com jogadores arremessadores em quase todas as posi√ß√Ķes, at√© chegar em nossa era, em que o¬†pick-and-roll¬†acontece at√© dois metros antes da linha de 3 pontos.


TRETAS DA SEMANA

Achou que só a semana passada teria TRETAS, com água quente sendo cortada e TÚNEL SECRETO nos vestiários? Coisa nenhuma! Essa semana tem ainda mais!

Começamos pela polêmica da homenagem que o Celtics quer fazer ao Isaiah Thomas quando ele retornar para Boston. A homenagem em vídeo acabou sendo cortada no primeiro retorno de Isaiah à cidade porque na ocasião o armador seria descansado, tendo recém-voltado de lesão. Adiaram então para a próxima data, mas o problema é que seria o mesmo dia em que Boston faria uma homenagem para Paul Pierce para aposentar sua camisa. Quando disseram que seria injusto com Pierce, que foi campeão por lá, ter que dividir tempo de homenagem, Isaiah educadamente recusou o gesto do Celtics e pediu para se focarem em Paul Pierce mesmo.

At√© a√≠ nenhuma treta. Mas¬†Rajon Rondo, campe√£o pelo Celtics ao lado de Pierce, ficou INDIGNADO com a situa√ß√£o. Ele perguntou o que Isaiah Thomas tinha feito em Boston, e quando disseram que ele tinha chegado numa Final de Confer√™ncia, Rondo simplesmente respondeu: “Ah, a gente celebra esse tipo de coisa por aqui?”

¬†E depois de atacar Isaiah, Rondo ainda resolveu PROPAGAR A TRETA: disse que em Boston s√≥ se penduram banners de t√≠tulos, que eles “n√£o s√£o o¬†Suns“. Ouch.

Nikola Mirotic disse esses dias que Rajon Rondo foi o melhor companheiro de equipe que ele já teve, mas talvez isso apenas signifique que Rondo não lhe deu um SOCO QUE LHE QUEBROU A CARA, né, porque o Rondo não é fácil não.

A próxima treta é mais física: Aron Affalo tomou um empurrão besta e aí achou que seria uma boa ideia tentar ARRANCAR A CABEÇA do Nemanja Bjelica com um soco Рque ele errou por pura sorte ou problemas graves de visão. Mas aí como punição ele acabou tendo sua cabeça presa pelo Bjelica PARA SEMPRE.

O que eu mais gosto nessa treta é que o Bjelica fica segurando a cabeça do Affalo como se nada estivesse acontecendo, imagino ele seguindo a vida assim, indo no mercado, jantar com a esposa, etc.

Mais uma treta:¬†Salah Mejri¬†foi expulso de um jogo contra o¬†Wizards¬†e¬†Kelly Oubre¬†achou uma boa lhe dar um “tchauzinho”. Mejri fez o maior esc√Ęndalo e quando chegou no banco de reservas, tomou uma bronca absurda do t√©cnico¬†Rick Carlisle: “Voc√™ tem dois pontos de merda, some dessa porra”, ou algo do g√™nero. Quem s√≥ tem dois pontos obviamente n√£o tem direito de bater boca em quadra.

Agora vamos retomar¬†uma treta velha, mas interna: o segundo melhor jogador do time pede para ser trocado ao fim da temporada. Reconhece a hist√≥ria? Funciona tanto para¬†Kyrie Irving, que pediu para sair de um time liderado por¬†LeBron, quanto para¬†LaMarcus Aldridge, que pediu para sair de um time liderado por¬†Kawi Leonard. Mas¬†essa mat√©ria da ESPN¬†aborda como os dois times lidaram com essa treta de maneira completamente oposta: enquanto Popovich lidou com a situa√ß√£o pessoalmente, pediu desculpas e convenceu Aldridge a ficar, o Cavs nunca sequer marcou uma reuni√£o com o jogador – at√© porque o time PULOU as tradicionais reuni√Ķes de encerramento da temporada, algo que s√≥ aumentou a treta entre Irving e a administra√ß√£o do Cavs.

E pra n√£o dizerem que a gente n√£o √Č DA PAZ, fechamos esse bloco com a “anti-treta da semana”. Segundo¬†essa mat√©ria aqui, tudo aquilo que soubemos sobre a briga entre o¬†Rockets¬†e o¬†Clippers¬†da semana passada foi uma mentira ou erro de informa√ß√£o:

1 –¬†Chris Paul¬†e¬†James Harden¬†foram “pacificadores” e o pr√≥prio Clippers admitiu que eles foram impedir a briga e que as coisas teriam sido piores sem eles l√°.

2 –¬†Trevor Ariza¬†j√° tentou bater no Salah Mejri (o dos “dois pontos”), do Mavs, na porta do vesti√°rio uma vez, ent√£o tem hist√≥rico de treta.

3 –¬†Clint Capela¬†n√£o foi uma isca, na verdade quem bateu na porta do vesti√°rio foi outro piv√ī do Rockets,¬†Tarik Black, que foi at√© o vesti√°rio preocupado com a bagun√ßa que ele escutou mas foi impedido por um funcion√°rio do Clippers e a√≠ foi embora. Nada aconteceu e v√°rias c√Ęmeras de seguran√ßa filmaram a cena mais desinteressante do planeta.
4 – O “t√ļnel secreto” √© na verdade um corredor que liga os dois vesti√°rios e que absolutamente todo mundo conhece no gin√°sio, infelizmente n√£o envolve lareiras, candelabros e armaduras medievais.

ESTAT√ćSTICAS DA SEMANA

Essa é de chorar na calçada: o Los Angeles Lakers essa semana foi o primeiro time a vencer uma partida tendo menos de 20% de aproveitamento nos lances livres desde a temporada 1963-64. O Lakers teve apenas 14% de aproveitamento, algo que deveria virar derrota automática se eu tivesse escrito as regras:

Lou Williams¬†est√° t√£o bem nas √ļltimas 15 partidas que seu “g√™meo” estat√≠stico √© o¬†Stephen Curry¬†no seu melhor momento da temporada at√© aqui. E isso sem falar que Lou Williams ainda tem na temporada 5 assist√™ncias por jogo, m√°ximo disparado da carreira!


PAPAIS DA SEMANA

Desafio voc√™ a achar qualquer coisa mais fofa na internet hoje do que o filho do¬†Derrick Rose¬†gritando “Vai, papai” e vibrando com cada bandeja meia boca que seu pai consegue nos treinos do Cavs.

Mas o pr√™mio de melhor pai do planeta vai mesmo √© para¬†Shaquille O’neal, que n√£o quer atrapalhar o filho que est√° chegando ao basquete universit√°rio e tenta n√£o se intrometer muito em nada e ser super compreensivo – ao contr√°rio do filho, que sempre criticou Shaq quando ele jogava mal. Vale a entrevista s√≥ pra ver Shaq mostrando como ele finge que grita com o filho nos jogos mas na verdade est√° s√≥ movendo os l√°bios e depois termina com “pega uns rebotes, voc√™ est√° indo bem”.

J√° o pr√™mio de pais n√£o t√£o bons vai pra Kim Kardashian e Kanye West, que resolveram chamar sua filha de¬†Chicago. Ent√£o √© claro que¬†fizeram um Power Ranking¬†com as melhores cidades de times da NBA que podem virar nomes tamb√©m. A lista √© encabe√ßada por Atlanta, Charlotte e Brooklyn, que s√£o nomes at√© que dignos perto da possibilidade de uma filha chamada “Los Angeles”.

VINGANÇA DA SEMANA:

J√° est√° mais do que comprovado que¬†Joel Embiid¬†nunca esquece: qualquer cutucada que ele recebe na vida, o piv√ī do¬†Sixers¬†cozinha com calma at√© chegar o momento de se vingar. O dono do¬†Bucks, ing√™nuo, fez um coment√°rio sobre como todo mundo estava falando sobre o “processo” do Sixers para reconstruir o time, mas que ele preferia falar sobre “os resultados”. Pois bem, foi o suficiente para o auto-intitulado “Processo” aproveitar a vit√≥ria em cima do Bucks essa semana para ir no Twitter e postar uma foto com a legenda “Os resultados”.

Mas n√£o foi s√≥ isso. Quando uma vez paquerou a Rihanna, Embiid recebeu um “volte quando for All-Star”. Assim que recebeu a not√≠cia de que seria enfim um All-Star, Embiid soltou sua vingan√ßa dizendo ao vivo que “j√° que ela n√£o o quis antes, agora que ele √© All-Star √© melhor partir para a pr√≥xima”. N√£o que a Rihanna estivesse DE FATO minimamente interessada, mas nunca cutuque Embiid: ele volta pra se vingar em rede nacional.


FOTO DA SEMANA:

Que coisa maravilhosa essa imagem de¬†James Harden¬†e¬†Chris Paul¬†brincando de “o ch√£o √© de lava”, dois amigos felizes e sorridentes (eu acho que isso √© um sorriso embaixo da barba, aguardo a ultrassonografia para confirmar).


CAPA DE DISCO DA SEMANA:

Pode não ser uma foto tão boa quanto a anterior, mas é com certeza a melhor capa de disco que um trio da NBA poderia gerar. Você não compraria esse álbum? Você não compraria essa jaqueta surreal do DeMarcus Cousins?


MASCOTES POWER RANKING:

Os¬†10 pontos¬†da semana v√£o para¬†Blaze, o mascote do¬†Blazers, que deu UM PAU no¬†Gorilla¬†do¬†Suns¬†digna dos melhores momentos de Tom & Jerry. O mais engra√ßado √© que a situa√ß√£o em Phoenix est√° t√£o ruim que at√© o mascote deles aceita tomar uma surra por livre e espont√Ęnea vontade.

Os¬†5 pontos¬†do segundo colocado v√£o para o¬†Franklin, o mascote do¬†Sixers, que conseguiu uma VIT√ďRIA para seu time. Tudo bem que essa vit√≥ria foi no “jo-ken-po”, e tudo bem que foi em cima do¬†Jason Terry, mas uma vit√≥ria √© uma vit√≥ria e o que importa s√£o os pontos.

 

Infelizmente não deveria valer nenhum ponto porque não é exatamente da NBA, mas o Memphis Hustle (o time da Liga de Desenvolvimento do Memphis Grizzlies) não tem mascote ainda e está experimentando vários através de CONTRATOS DE 10 DIAS, como se fossem jogadores, até achar um que fique pra valer.

Um dos que passaram por l√° foi “Speedy, a tartaruga“, mas questiono seriamente sua habilidade de chegar no gin√°sio, quanto mais de entreter uma torcida:

O dessa semana foi a sensacional “Moo D Cow“, uma p√©rola:

E quem tentou uma vaga antes foi o urso “Natch“, que √© o ARQUI-INIMIGO do¬†Grizz, o mascote do Memph√£o. √Č por ter que lidar com uma situa√ß√£o dessas que estou QUEBRANDO AS REGRAS e dando um ponto de b√īnus pro Grizz, s√≥ pra ele dormir melhor √† noite.

CLASSIFICAÇÃO GERAL

Coyote Р25 pontos

Benny e Suff Р20 pontos

Grizz Р16 pontos

Franklin Р15 pontos

Hooper, Hugo, Clutch, Boomer, Blaze e Bango Р10 pontos

Jazz Bear, Crunch Р5 pontos


Já viu as novas camisetas do Bola Presa em parceria com a iTees?

Comece o ano com uma de nossas estampas exclusivas clicando aqui!  

Nossos assinantes têm desconto, é só usar o cupom: BOLA5

Torcedor do Rockets e apreciador de basquete videogamístico.

Como funcionam as assinaturas do Bola Presa?

Como s√£o os planos?

São dois tipos de planos MENSAIS para você assinar o Bola Presa:

R$ 14

Acesso ao nosso conte√ļdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

R$ 20

Acesso ao nosso conte√ļdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bol√Ķes + V√≠deo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Acesso ao nosso conte√ļdo exclusivo: Textos, Filtro Bola Presa, Podcast BTPH, Podcast Especial, Podcast Clube do Livro e texto do FilmRoom.

Acesso ao nosso conte√ļdo exclusivo + Grupo no Facebook + Pelada mensal em SP + Sorteios e Bol√Ķes + V√≠deo ao vivo para discutir Clube do Livro e FilmRoom.

Como funciona o pagamento?

As assinaturas podem ser feitas pelo Aplicativo PicPay. Baixe, cadastre-se, busque o Bola Presa e escolha seu plano de assinaturas. Voc√™ pode pagar com cart√£o de cr√©dito ou carregar sua Carteira PicPay com boleto ou dep√≥sito banc√°rio. Depois de assinar, escreva para bolapresa@gmail.com para mais detalhes de como ter acesso ao conte√ļdo exclusivo.

D√öVIDAS SOBRE AS ASSINATURAS? Nos escreva: bolapresa@gmail.com

Assine j√°!